24 Fev
Viseu

Região

Edifício termal é a obra de 2020 em Resende

por Redação

31 de Janeiro de 2020, 11:08

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

A reabilitação e reconversão parcial do edifício termal das Caldas de Aregos, em Resende, é a obra que o presidente da autarquia, Garcez Trindade, considera a mais importante para o ano que agora se inicia.

O investimento vai ser feito por fases e prevê a requalificação do edifício, mas sem alterar a sua estrutura, ao mesmo tempo que recupera espaços que não estão a ser utilizados e reorganiza outros para que sejam criadas novas valências. Para as obras, a autarquia necessita de quatro milhões, tendo já apresentado uma candidatura ao Programa de Valorização Económica dos Recursos Endógenos.

A requalificação da ligação pedonal à parte mais alta de Aregos e a regeneração urbana do espaço público são as outras duas áreas de intervenção, cujas candidaturas já foram submetidas aos fundos comunitários.

Em jeito de balanço do ano que terminou, o autarca destacou as várias requalificações urbanas, de estradas e caminhos e a conclusão das redes de distribuição de água, saneamento e eletrificação pública. “Requalificámos o Pavilhão Gimnodesportivo de Resende, promovemos a requalificação dos altares das igrejas de S. Martinho de Mouros e de Barrô; participámos e financiámos em parte a obra do Centro Social e Paroquial de Felgueiras e tivemos diversas ações na área da educação, social e do desporto”, salientou ainda.

A reabilitação dos Centros Comunitários de S. Romão e Felgueiras são outros projetos a concretizar em 2020.