04 Abr
Viseu

GERAL

Coronavírus: Leite e queijo Serra da Estrela sem escoamento preocupa Ancose

por Redação

24 de Março de 2020, 15:44

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

Os produtores Serra da Estrela estão preocupados com a produção de leite e queijo. Há pastores que estão a congelar o leite e a secar os rebanhos, uma vez que não há escoamento para o mercado.
Manuel Marque presidente da Ancose, Associação Nacional de Criadores de Ovinos Serra da Estrela, fala numa situação muito preocupante e teme pela “subsistência” dos pastores. “Há queijarias que já não retiram leite e há queijarias que já baixaram o preço de 1,10 para os 0,70 cêntimos”, conta o responsável acrescentando que há produtores que pediram ajuda à Ancose para congelar o leite e outros que ainda produzem o queijo estão a “mantê-lo nas nossas câmaras frigoríficas. Outros estão a optar por secar os rebanhos e a não tirar o leite”. Manuel Marques diz que os produtores estão a ficar desesperados sem dinheiro para o dia-a-dia. “Quem tiver um rebanho de 100 ovelhas está a ter um prejuízo de mil euros mensais. É muito”, refere.
O presidente da Ancose lamenta que “continuem a chegar ao nosso país camiões carregados de leite de Espanha para algumas queijarias”. “É lamentável que isso aconteça. Não consomem a nossa produção e estão a dar os proveitos ao leite espanhol”. Para minimizar os efeitos da crise, Manuel Marques pede ao governo para que antecipe os apoios ao setor. “As medidas agro-ambientais que normalmente são pagas em outubro podiam ser antecipadas para os próximos meses. Era fundamental parq que alguns pastores conseguissem sobreviver”, acrescenta.
O responsável lembra ainda que na situação “aflitiva” que os pastores e produtores viveram com os incêndios de 2017 conseguiram ter ajudas de várias pessoas e entidades mas nesta altura, diz, “isso não é possível porque está tudo assolado e na desgraça”.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts