30 Mar
Viseu

Região

Coronavírus: CIM Viseu Dão Lafões insatisfeita com autoridades de saúde

por Redação

24 de Março de 2020, 17:44

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões mostra-se indignada com a falta de resposta das autoridades de saúde face à chegada de várias pessoas, incluindo emigrantes, para a região, em altura de crise provocada pela pandemia da Covid-19.

Em comunicado emitido esta terça-feira (24 de março), o órgão que junta 14 autarquias da região de Viseu e os seus autarcas lamenta que não tenham sido tomadas “medidas urgentes, de resposta rápida, tendo em vista a contenção máxima do possível risco de contágio”. “A situação tem vindo a agravar-se, hora a hora, colocando em risco toda a população destes concelhos, expondo-a a um elevado risco de contágio”, explica a entidade.

A CIM Viseu Dão Lafões acrescenta não compreender que, na região, não tenha sido decretado o isolamento profilático das pessoas que regressam de outras zonas do país e do mundo para a zona, ao contrário do que, sublinha, já aconteceu nas regiões de Guarda, Douro Sul e Algarve.

“Mais incompreensível é, quando verificamos, que outras Autoridades de Saúde na esfera da ARS do Centro já o fizeram, a bem das suas populações. Relativamente a esta questão, a Comunidade Intermunicipal e vários autarcas desta região têm vindo, desde quinta-feira [dia 19], pelos mais variados canais, a comunicar este problema à Autoridade de Saúde Publica da ARS do Centro não tendo obtido, contudo, qualquer resposta”, refere a organização.

O Jornal do Centro aguarda uma resposta da ARS Centro.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts