30 Mar
Viseu

Região

Coronavírus: queijaria de ex-ministro em Mangualde regista quebra nas vendas

por Redação

26 de Março de 2020, 16:42

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

A Queijaria Vale da Estrela, em Mangualde, está nesta altura a enfrentar a crise provocada pelo surto da pandemia do novo coronavírus, tendo já registado uma quebra nas vendas. A empresa é propriedade do ex-ministro Jorge Coelho, natural do concelho mangualdense.

Em declarações ao Jornal do Centro, o empresário diz que a empresa está a fazer um esforço financeiro “brutal” para continuar a receber o leite dos produtores. “Até ao momento, ainda não tomamos nenhuma decisão no sentido de deixar de ter o leite que os mais de 40 e muitos pastores que trabalham diretamente connosco estão a vender. Venderam sempre e nos estão a continuar a vender”, explica.

Jorge Coelho diz que não quer que os pastores que fornecem queijo à sua empresa passem pela mesma situação que vivem outros pastores da região. “Há muitos produtores que já deixaram de entregar leite porque as queijarias deixaram de produzir o queijo e porque não têm capacidade de o fazer”, afirma.

Apesar das medidas de apoio anunciadas pelo Governo, Jorge Coelho espera que o setor queijeiro seja compensado pela crise que se está a instalar, para que as empresas aguentem este período e ganharem tempo.

“Espero bem que haja apoios, porque é fundamental, nomeadamente na área onde estou, a do queijo DOP Serra da Estrela, um produto património nacional que tem um valor extraordinário. Temos todos – Governo, empresários e produtores – a obrigação de encontrarem soluções para que isto consiga preservasse, de modo a que, quando terminar esta situação, possamos arrancar novamente com a atividade normal”, remata o dono da Queijaria Vale da Estrela.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts