18 Fev
Viseu

Região

Duas barragens para regadio e... já!

por Redação

24 de Fevereiro de 2018, 15:00

Foto Arquivo Jornal do Centro

Autarquia de Moimenta da Beira diz que Governo tome a decisão de privilegiar o interior em nome do Alqueva

CLIPS ÁUDIO

O município de Moimenta da Beira reclama a construção de duas barragens de regadio para servir os pomares da região. José Eduardo Ferreira sustenta que esta é uma “exigência” que tem de ser cumprida e critica o facto do Governo estar a esquecer o resto do país em detrimento do Alqueva no que diz respeito a este tipo de infraestruturas.

“É essencial para Moimenta e para região continuar com a produção da maçã mas não o conseguimos fazer se não tivermos um regadio em boas condições”, sustenta o autarca socialista. Por isso, afirma, “vamos ter de construir as duas barragens e queremos já”.

Localizadas nos lugares da Nave e Boavista, os dois equipamentos foram pensados para abrangerem todas as manchas do concelho.

A autarquia diz que já existe um estudo prévio, que está a fazer o seu caminho, mas o que falta é mesmo “a decisão política”.

“Não podemos adiar mais este investimento. O regadio em Portugal não pode continuar a ser sinónimo de Alqueiva e o resto do país também tem direito e se já assim era fruto do aumento muito significativo das plantações de pomar, mais assim é quando temos anos extremamente secos”, refere José Eduardo Ferreira.

Segundo o autarca, o regadio é crucial para o desenvolvimento desta região. “É um investimento que gostaríamos de ver contemplado no que tem vindo a ser anunciado pelo Governo”, conclui.