09 Abr
Viseu

Região

Câmara de Nelas "está pior do que há seis anos"

por Redação

30 de Janeiro de 2020, 11:30

Foto Arquivo Jornal do Centro

Vereadores da oposição deixam críticas ao executivo PS

TÓPICOS

Edição impressa

Região

CLIPS ÁUDIO

O vereador do PSD na Câmara de Nelas, Joaquim Amaral, acusa o atual executivo PS de incumprimento em relação aos compromissos políticos e de ter uma câmara endividada.

Segundo o social-democrata, o controlo da despesa e o equilíbrio financeiro que se impunha “foi um incumprimento”. “O executivo prosseguiu um modelo e gestão assente na constante requisição de serviços externos. Continuam as abundantes avenças e os inúmeros estudos, pareceres, consultorias, trabalhos especializados e outros serviços. Centenas de milhares euros desperdiçados, também nos custos com fiscalizações a mais das ETAR’s, derivados da inação da autarquia”, refere Joaquim Amaral, que disse tratar-se de “um modelo despesista que provocou um aumento exponencial do endividamento, para cerca de 15,4 milhões de euros”.

O vereador do PSD aponta ainda outros incumprimentos, desde “as obras de coesão territorial, à ausência durante grande parte do ano das transferências de verbas devidas para as Juntas de Freguesia, ou no arrastar da concretização de projetos que foram bandeiras políticas e que continuam na gaveta, desde a compra dos Fornos Elétricos, o Lar de Carvalhal Redondo, a requalificação do Cine Teatro de Nelas, a resolução dos problemas de saneamento de Senhorim, entre tantos outros”.

Também o vereador do CDS, Manuel Marques, deixa críticas. “A Câmara de Nelas encontra-se em falência técnica, muito pior do que estava em 2013 quando tomou posse para presidir a autarquia”, sustentou.

O Jornal do Centro contactou o presidente da Câmara de Nelas, Borges da Silva, mas não obteve qualquer resposta.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts