06 Abr
Viseu

Região

Urgências do Hospital de Viseu sem macas e cadeiras de rodas

por Redação

14 de Janeiro de 2020, 16:59

Foto Arquivo Jornal do Centro

Maior afluência está a provocar ruturas no serviço

CLIPS ÁUDIO

A maior afluência às urgências do Hospital de Viseu, por causa do pico de gripe, está a complicar o serviço.

O Jornal do Centro apurou esta terça-feira (14 de janeiro) que, na unidade, não havia disponíveis macas nem cadeiras de rodas para os doentes e que houve utentes a esperar 40 minutos para serem atendidos na triagem.

O Centro Hospitalar Tondela-Viseu diz que a situação nas urgências está controlada.

Já em novembro de 2019, a PSP foi chamada ao Hospital de S. Teotónio para obrigar a saída dos acompanhantes dos doentes que estavam no serviço de urgências, devido ao amontoado de macas nos corredores. A medida mereceu na altura a indignação de quem estava há horas à espera nas urgências e de quem não tinha informações dos familiares.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts