22 Fev
Viseu

Região

Vento forte provoca queda de 148 árvores e corte de luz em cinco concelhos

por Redação

20 de Janeiro de 2020, 16:44

Foto Arquivo Jornal do Centro

Os efeitos do tempo que está a assolar Viseu

CLIPS ÁUDIO

Os ventos fortes que estão a assolar a região de Viseu causaram esta segunda-feira (20 de janeiro) um total de 168 ocorrências, a maioria quedas de árvores. O vento derrubou 148 árvores. O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu registou ainda quedas de estruturas.

Segundo o comandante operacional distrital de Viseu, Miguel Ângelo David, o sul do distrito foi o mais atingido pelos ventos fortes, nos concelhos de Carregal do Sal, Nelas, Santa Comba Dão, Sátão, Tondela e Viseu. “Além das quedas de árvores, temos ainda a registar dois feridos que ocorreram em Tondela e em Nelas”, afirma.

Durante a tarde, segundo informações do CDOS, o vento forte também motivou a falta de eletricidade em várias localidades dos concelhos de Penalva do Castelo, Sernancelhe, Viseu, Cinfães e Castro Daire.

Por causa do vento, e com vista à salvaguarda da segurança de pessoas e bens, a câmara municipal decidiu encerrar temporariamente o Parque Aquilino Ribeiro, a Mata do Fontelo, a Quinta da Cruz, o parque da Quinta do Bosque e a via de acesso ao Museu do Quartzo. O município viseense recomenda cuidados redobrados à população, sobretudo em zonas com árvores.

Viseu é um dos 14 distritos de Portugal continental que está sob aviso amarelo devido à previsão de vento moderado a forte, com rajadas entre os 80 e os 110 quilómetros por hora. O alerta está em vigor até ao meio-dia desta terça-feira (dia 21).

O aviso amarelo traduz situações de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.