06 Abr
Viseu

Sociedade

Suspeito de violar menores deve ser expulso da GNR, caso as suspeitas sejam confirmadas

por Redação

12 de Fevereiro de 2020, 12:07

Foto Arquivo Jornal do Centro

Militar já foi detido e ouvido pela Polícia Judiciária

CLIPS ÁUDIO

12 Fev 2020

d

O presidente da Associação dos Profissionais da Guarda, César Nogueira, diz que o militar da GNR de Mortágua que terá violado duas enteadas menores deve ser expulso da força policial, caso sejam confirmadas as suspeitas de abuso sexual.

As autoridades detiveram o agente da GNR no final da tarde de terça-feira (11 de fevereiro). O suspeito foi interrogado pela Polícia Judiciária. A notícia foi avançada em primeira mão pelo Jornal do Centro.

O homem, de 30 anos, é suspeito de abusar sexualmente de duas menores, de 10 e 14 anos, que são filhas da companheira. As investigações tiveram origem numa denúncia que uma das vítimas apresentou na escola. 

Em declarações ao Jornal do Centro, o presidente da Associação dos Profissionais da Guarda, César Nogueira, diz que o militar ainda é suspeito, mas a confirmarem-se as violações, o agente deve ser expulso da GNR.

“Ainda há suspeitas. Certamente, o agente irá ser apresentado ao juiz. Enquanto isso, não podemos pronunciar mais sobre o assunto. Mas, a ser verdade, além das consequências judiciais, deve-se-lhe tratar da sua expulsão porque um agente de autoridade não pode prestar explicação como GNR”, afirma.

O responsável garante que está a acompanhar este caso.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts