30 set
Viseu

Região

Já há "paz" em Côta

por Redação

31 de janeiro de 2020, 11:17

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

A normalidade voltou à Junta de Freguesia de Côta (Viseu) depois de no final de 2018 o presidente, Joaquim Polónio, ter visto os seus poderes serem limitados pela Assembleia de Freguesia liderada pelo seu partido (PSD). Os “diferendos” entre presidente e membros da Assembleia foram sanados, confirmou fonte ao Jornal do Centro. Atualmente, “reina a paz” e o “respeito”, disse a mesma fonte.

Os problemas começaram pouco depois da tomada de posse da Junta, após as eleições de 2017. Em 2018, os eleitos queixavam-se de que no último ano o presidente, que estava no primeiro mandato depois de já ter ocupado as mesmas funções, ultrapassava as suas competências e tinha “reiteradas manifestações de desconsideração”.

Chegou a ser aprovada uma moção, na qual os membros lamentavam que, por exemplo, a Assembleia de Freguesia não tinha conhecimento da assinatura de protocolos. “Esses problemas estão ultrapassados”, reforçou a mesma fonte.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts