Geral

08 de 07 de 2024, 13:02

Colunistas

Bem-estar e indicadores de saúde dos alunos do concelho de Viseu

"S'élever pour mieux voir, relier pour mieux comprendre, situer pour mieux agir." Joël de Rosnay

O Observatório do Bem-Estar do Concelho de Viseu, constituído pela equipa de Psicólogas a desenvolver funções em contexto escolar vai realizar um estudo com o tema “Bem-estar e indicadores de saúde dos alunos do concelho de Viseu”. Para tal, foi elaborado um Questionário (que teve o parecer positivo da Comissão de Ética da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viseu) que será aplicado em todas as Escolas do Concelho, do 3º ao 12º ano, em turmas escolhidas aleatoriamente, com a autorização escrita dos Pais/E. Educação e respeitando todas as regras de anonimato e confidencialidade.
O principal objetivo será recolher, junto dos alunos, alguns dados sobre o bem-estar, ocorrência de bullying e violência escolar, hábitos de consumo e de sono, envolvimento na Escola, lazer e desporto. A informação obtida e analisada empírica e estatisticamente, tendo na sua matriz uma sólida base conceptual e científica que irá permitir uma visão mais concreta da realidade, fundamental para uma reflexão conjunta, para a definição de práticas potenciadoras do bem-estar e para o desenho de protocolos de intervenção focados na promoção da saúde física e psicológica dos nossos alunos.
Um outro objetivo, não menos importante, será a comparação com outros indicadores já existentes ,provenientes de estudos efetuados anteriormente e divulgados não só nas diferentes escolas, mas também na comunidade (onde se incluem diversas reflexões difundidas nesta mesma página).
Será também importante realçar a prática desta Equipa que se traduz não só na escuta atenta dos problemas existentes, mas também no trabalho em rede e na co-construção de estratégias de intervenção, consoante as características de cada Escola. Pois, tal como refere o Referencial para a Intervenção dos Psicólogos em contexto escolar um dos domínios a ter em conta passa pela promoção do “(…)bem-estar e a Saúde Psicológica das crianças e jovens e respetivas famílias, professores/as e demais elementos da comunidade educativa, através da planificação e implementação de ações de carácter preventivo e promocional, numa perspetiva de prevenção do aparecimento ou agravamento de dificuldades (por exemplo, atividades de prevenção do insucesso escolar, bullying, violência ou comportamentos de risco), de promoção de competências (por exemplo, ações de educação psicológica deliberada) e de facilitação da participação social e comunitária (…)”.


Elaborado por Filomena Gato e Carla Loureiro
(Psicólogas que integram a equipa do Observatório do Bem-Estar)