Autor

Filipa Garcez Fernandes

14 de 06 de 2024, 16:36

Colunistas

Tipologia de Consultas nas Unidades de Saúde Familiar (USF)

acessibilidade a todas as pessoas!

Os Cuidados de Saúde Primários, englobam diferentes unidades de saúde, ou Unidades Funcionais, entre as quais as Unidades de Saúde Familiar.
Cada USF possui uma carteira básica de serviços que são atividades comuns a todas as Unidades de Saúde Familiar, onde se incluem vários tipos de consulta médica e de enfermagem, podendo existir também, em algumas unidades, carteiras adicionais de serviço, por exemplo, consulta de cessação tabágica, consulta de pé diabético, entre outras.
Perante a multiplicidade de unidades e consultas existente nos cuidados de saúde primários, é importante que os cidadãos conheçam o que têm disponível para que, em caso de necessidade, possam recorrer.
Assim, uma Unidade de Saúde Familiar disponibiliza a seguinte carteira básica de serviços:

Consulta Médica Programada
destina-se a utentes com médico de família (MF), tendo como objetivo a promoção da saúde e avaliar situações de doença não aguda.

Consulta de Programas de Saúde
decorre em horário pré-estabelecido e são efetuadas por médico/a e enfermeiro/a de família, de forma articulada e complementar:
Planeamento Familiar, promove a vivência da sexualidade de forma saudável e segura, desde o período fértil até à menopausa, individualmente e/ou no casal. Inclui o rastreio dos cancros do colo do útero e mama e a abordagem das doenças sexualmente transmissíveis;
Saúde Materna, tem por objetivo o acompanhamento da gravidez e puerpério. Permite a realização de exames clínicos e laboratoriais regulares que avaliam o estado de saúde da mãe e do bebé e a orientação de situações de risco na gravidez. A primeira consulta tem que ser da iniciativa da utente, as restantes são agendadas pela equipa de saúde;
Saúde Infantil e Juvenil, destina-se a crianças e jovens, até aos 18 anos e têm como objetivo acompanhar o seu crescimento e desenvolvimento físico e psicossocial, bem como esclarecer a família promovendo hábitos saudáveis e garantindo o cumprimento do Programa Nacional de Vacinação;
Diabetes e Hipertensão Arterial, têm como objetivo melhorar os conhecimentos de utentes portadores/as destas doenças para que a consigam controlar, ajudando a evitar ou reduzir as suas complicações e melhorar a qualidade de vida. Têm uma periodicidade ajustada à situação clínica de cada doente. No final da consulta a equipa de saúde deve programar a consulta seguinte.

Consulta Aberta
destina-se a avaliar situações de doença aguda que necessitem de resposta no próprio dia e é da iniciativa do utente. Se o próprio MF não tiver disponibilidade para realizar esta consulta, o utente é encaminhado para a Consulta de Intersubstituição, sendo esta realizada por outro/a médico/ da mesma unidade. Nesta consulta é tratada apenas a situação aguda que a motivou.
Consulta no Domicílio
pode ser médica e/ou de enfermagem e é destinada a utentes com incapacidade temporária ou definitiva de se deslocarem à USF. Esta consulta permite melhorar a qualidade de vida destas pessoas e seus cuidadores, promover a sua reabilitação e apoiar a sua inserção sociofamiliar.

Atendimento Telefónico
cada médico/a tem horário dedicado ao atendimento telefónico. Esta tipologia de consulta dá resposta a questões/dúvidas de utentes que não necessitem de avaliação presencial.

Contacto Indireto
é uma consulta sem a presença da pessoa, onde se realizam procedimentos como a renovação da medicação crónica, avaliação de exames complementares de diagnóstico, entre outros.
Conheça os tipos de consultas que existem e quando recorrer a cada uma delas, para ter o melhor atendimento.
A utilização consciente dos serviços de saúde permite uma maior acessibilidade a todas as pessoas!