Geral

13 de 09 de 2021, 11:33

Cultura

Aquilino Ribeiro nasceu há 136 anos

Escritor nasceu no dia 13 de setembro de 1885 na povoação de Carregal, no concelho de Sernancelhe

aquilino ribeiro 2

Foi há 136 anos que nasceu o escritor Aquilino Ribeiro. A efeméride foi recordada esta segunda-feira (13 de setembro) pela Câmara de Sernancelhe, o concelho onde nasceu o autor de obras como “Quando os Lobos Uivam”, “Volfrâmio”, “Terras do Demo” e “Romance da Raposa”.

O escritor nasceu no dia 13 de setembro de 1885 na povoação de Carregal. Numa breve nota, a autarquia de Sernancelhe recorda que Aquilino Ribeiro “é considerado um dos romancistas mais fecundos da primeira metade do século XX, uma referência da literatura portuguesa e um símbolo da liberdade”.

Para celebrar a efeméride, a Câmara vai promover uma campanha de requisição de obras do autor até sexta-feira (dia 17) na Biblioteca Municipal.

Em comunicado, a autarquia recordou que a sua obra “explica o País, e muito particularmente as terras do interior onde nasceu e cresceu e que viria a classificar de Terras do Demo”.

“Conhecido como o Mestre, Aquilino Ribeiro é uma personalidade nacional que temos de ler e admirar. Aliás, é fundamental que percebamos a sua herança, pois sem ela Sernancelhe e esta região que eternizou seria, efetivamente, mais pobre”, escreveu o município.

Já em Vila Nova de Paiva, o Museu Rural de Pendilhe recebe em setembro um a exposição de bibliografia sobre a vida e obra de Aquilino Ribeiro e também algumas das suas obras emblemáticas.

Depois de ter nascido em Carregal, no concelho de Sernancelhe, em 1885, Aquilino Ribeiro foi batizado em Vila Nova de Paiva e cresceu em Moimenta da Beira.

Figura opositora da monarquia e do Estado Novo, o autor protagonizou uma vasta carreira literária que teve como grandes marcos as obras “O Malhadinhas”, “Terras do Demo”, “Quando os Lobos Uivam”, “O Homem da Nave”, “Cinco Réis de Gente” e “Romance da Raposa”, entre outras.

Chegou a ser proposto para o Prémio Nobel da Literatura e a estar preso no atual Solar do Vinho do Dão em Viseu, e foi professor do ensino secundário. Viveu durante vários anos em Lisboa, onde morreu a 27 de maio de 1963, aos 77 anos. Aquilino Ribeiro é considerado um dos grandes autores da língua e literatura portuguesa, com honras de Panteão Nacional.

Em Viseu, na Rua Formosa, existe um monumento dedicado em homenagem ao escritor.