Geral

10 de 07 de 2024, 16:13

Cultura

Ser+Cultura durante três dias no centro histórico de Sernancelhe

Promovido pela Câmara se Sernancelhe, o evento tem lugar num local de reconhecida importância histórica e cultural, como é o centro histórico, onde sobressaem monumentos classificados

Fotógrafo: D.R.

O centro histórico de Sernancelhe acolhe este fim de semana mais uma edição do Ser+Cultura, com “dezenas” de artistas em diferentes palcos e com espetáculos de música, teatro, exposições, literatura e multimédia, anunciou a Câmara.

“O cartaz prima pela oferta diversificada de momentos, com espetáculos de música, teatro, exposições, desporto, literatura, multimédia e tasquinhas, com propostas que promovem a interatividade com o público e apelam à sua participação”, afirma, numa nota de imprensa, a Câmara Municipal de Sernancelhe.

O Município, liderado pelo social-democrata Carlos Santos, destaca que durante três dias, de 11 a 13 de julho, “subirão aos diferentes palcos do centro histórico dezenas de artistas”.

“Apresentam um conceito inovador, dinâmico, onde a cultura e os seus intérpretes são protagonistas, numa mostra diversificada que visa cativar públicos com diferentes sensibilidades e valorizar o património cultural e arquitetónico”, defende a autarquia no mesmo comunicado.

Promovido pela Câmara se Sernancelhe, o evento tem lugar “num local de reconhecida importância histórica e cultural, como é o centro histórico, onde sobressaem monumentos classificados”, sublinha.

Entre os monumentos estão a Igreja Românica, o Pelourinho, o Solar dos Carvalhos, a Casa da Comenda de Malta e ainda os equipamentos municipais como o auditório, a biblioteca e o Museu Padre Cândido, que também serão palco de iniciativas.

O auditório municipal acolhe “momentos de cariz mais erudito e a biblioteca acolhe os momentos de literatura e apresentações de livros, assim como outras iniciativas de incentivo à leitura”,

No Museu Padre Cândido e no Jardim da Casa dos Condes da Lapa estarão exposições de pintura, fotografia e escultura, enquanto no largo do Município atuam bandas filarmónicas e ranchos folclóricos.

A praça da República, com um “enquadramento privilegiado”, proporcionado pelo coreto, igreja, pelourinho e fonte luminosa, acolherá “concertos e espetáculos multimédia com jogos de luzes e imagens”, adianta a nota de imprensa.

“Os espetáculos são todos gratuitos, terão um caráter rotativo entre os palcos e serão complementados com apontamentos de espetáculos de rua, que surgirão espontaneamente em recantos estratégicos, com o objetivo de interligar os espaços e ajudar no encaminhamento dos visitantes”, destaca.

A autarquia refere ainda que o Ser+Cultura conta também com artesanato e gastronomia, que “estarão igualmente em destaque com barraquinhas estrategicamente colocadas junto aos palcos”.

“Mais de uma dezena de espaços representarão as artes e os ofícios do concelho e nas tasquinhas poderá ser degustada a nossa gastronomia, com os sabores mais autênticos da Terra da Castanha”, sublinha a Câmara.