Geral

23 de 05 de 2022, 17:23

Diário

Já Marchavas assinala os 40 anos da despenalização da homossexualidade

Plataforma Já Marchavas vai organizar a quinta Marcha de Viseu pelos Direitos LGBTQIA+ a 9 de outubro

Fotógrafo: Jornal do Centro

A Plataforma Já Marchavas vai organizar a quinta Marcha de Viseu pelos Direitos LGBTQIA+ a 9 de outubro. O anúncio foi feito pelo movimento, depois de uma reunião para a organização do evento que decorreu no último fim de semana.

Com o mote “Um movimento em Marcha”, o Já Marchavas irá celebrar os 17 anos da manifestação contra a homofobia de Viseu, os 40 anos da despenalização da homossexualidade em Portugal e os 32 anos da despatologização na Lista Internacional de Doenças Mentais.

A marcha vai celebrar o caminho histórico do movimento LGBTQIA+ (lésbicas, homossexuais, bissexuais, transsexuais, queers, intersexuais e assexuais) em Portugal, que este ano convoca cerca de 20 marchas.

“Pretendemos a construção de um movimento político no combate à discriminação pelo fim da violência e da opressão motivada pela orientação sexual; identidade e/ou expressão de género e característica sexuais”, lembra o movimento.

A marcha visa também denunciar “a patologização da orientação sexual enquanto doença ou comportamento de risco, a reivindicação pelo fim das terapias de conversão sexual, a importância da educação sexual nas escolas, a proteção da autodeterminação de género e características sexuais das pessoas LGBTQIA+” e também assinalar “a construção de políticas de asilo que assegurem a segurança de todas as pessoas refugiadas/migrantes em Portugal”.

A plataforma refere ainda que “irá realizar mais reuniões ao longo dos próximos meses, sempre de espírito aberto à participação de todas as pessoas e coletivos” e que irá relevar mais novidades para brevemente.