Geral

17 de 03 de 2023, 17:08

Diário

Câmara de Sátão investe cerca de 300 mil euros em ciclovia

Nova ciclovia vai ter cerca de dois quilómetros. Autarquia também está a fazer outras obras no valor de 200 mil euros

Fotógrafo: Facebook/Câmara de Sátão

O presidente da Câmara de Sátão revelou que está a ser construída uma ciclovia, com cerca de dois quilómetros, no centro da vila, num investimento na ordem dos 300 mil euros.

“Trata-se de uma obra que permitirá a circulação de bicicletas e, ao mesmo tempo, estamos a requalificar os passeios e a criar acessibilidades para pessoas com limitação de locomoção e para invisuais”, esclareceu Alexandre Vaz (PSD).

O autarca indicou à agência Lusa que este investimento “na ordem dos 300 mil euros”, que conta com a participação em 80% de fundos comunitários, “tem uma extensão de no máximo dois quilómetros”.

“A ciclovia atravessa a vila, desde a Casa da Cultura, passando pelos bombeiros, escolas e igreja, até à biblioteca. Ou seja, serve cultura, serviços, comunidade escolar e ainda comércio”, detalhou.

Com este projeto, que deverá estar pronto no verão, “o município de Sátão está a promover um melhor ambiente, porque reduz o uso do automóvel e ainda permite menor sedentarismo”, acrescentou o autarca.

“Beneficia-se o ambiente e a saúde, ou seja, promove-se uma melhor qualidade de vida a todos os nossos residentes. A obra também inclui requalificação das passadeiras ao longo desta extensão”, sublinhou Alexandre Vaz.

O presidente da Câmara de Sátão adiantou ainda que estão a decorrer “outras obras de requalificação no concelho, que vão permitir melhores condições a todos quantos residem” ali.

Entre estas outras obras, o autarca destacou “o muro de suporte do cemitério, que é exclusivamente financiado pela autarquia, e não chegou aos 200 mil euros, e todo o arranjo urbanístico daquela zona, que resulta de uma candidatura a fundos europeus”.

“A zona envolvente tem um investimento superior a 200 mil euros e resulta de uma candidatura do PT 2020, de fundos comunitários, em 80% também”, especificou Alexandre Vaz.