Geral

23 de 09 de 2023, 14:35

Diário

“Nunca vi nada que eleitoralmente tenha rendido tanto como o IP3 desde 2008”

Há 15 anos que se fala da requalificação do IP3 e se aprovam moções na Assembleia Municipal de Viseu. Para este itinerário já foram apresentadas várias soluções. Quinze anos depois ainda se discute quem faz ou deixou de fazer parte da solução

A Assembleia Municipal de Viseu aprovou uma moção em que é pedida ao titular das Obras Públicas “uma intervenção urgente no IP3”. Tudo para que se aguarde em segurança a auto-estrada para Coimbra. O documento apre#sentado pelo PSD mereceu o apoio de todos os partidos com assento no órgão deliberativo.

A Assembleia Municipal de Viseu exigiu a “requalificação urgente” do Itinerário Principal (IP) 3, entre Viseu e Coimbra, de forma a dotá-lo de condições de segurança, comodidade e funcionalidade, mas sem portagens. Na reunião foi aprovada, por unanimidade, uma moção apresentada pelo Bloco de Esquerda.

Assembleia Municipal de Viseu exige “prioridade nacional” para obras no IP3 e IC12.
Moção foi apresentada pelo Bloco de Esquerda. Todos os partidos votaram a favor.
Estas foram três das muitas moções que a Assembleia Municipal de Viseu já aprovou sobre o IP3, o itinerário principal que liga Viseu a Coimbra. Podia-se pensar que as moções foram apresentadas recentemente, mas não. A primeira foi em 2009. A segunda em 2015 e a terceira, efetivamente na última reunião deste órgão deliberativo. Da primeira para esta última moção passaram-se 14 anos e dezenas de muitas outras moções sobre o mesmo assunto. Nas palavras do presidente da Câmara de Viseu há uma certeza: “Nunca vi nada que eleitoralmente tenha rendido tanto como o IP3 desde 2008”.


(Para ler na íntegra na edição do Jornal do Centro)