Geral

02 de 04 de 2024, 18:05

Diário

Apoios na habitação, combustível e equipamentos municipais para médicos que fiquem em São João da Pesqueira

Pacote de incentivos pretende combater a falta de médicos de medicina geral e familiar. Apoios à habitação, combustível e entrada gratuita nos equipamentos e serviços municipais são algumas das medidas

médico

Os médicos que queiram exercer no Centro de Saúde de São João da Pesqueira vão ter vários incentivos. Apoios à habitação, combustível e entrada gratuita nos equipamentos e serviços municipais são algumas das medidas encontradas pela autarquia para combater a falta de médicos de medicina geral e familiar.

Para “atrair e fixar médicos” a autarquia criou um pacote de incentivos. “Na prática, este regulamento tem um pacote de apoios e benefícios para os médicos que exerçam funções no concelho há dois anos ou menos, ou que, tendo concorrido ao preenchimento de vagas, tenham sido colocados ao abrigo de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado”, explicou o município.

Assim, os médicos colocados em São João da Pesqueira, e que se fixem no concelho por dois ou mais anos, terão direito a habitação disponibilizada e paga pelo município, um incentivo pecuniário mensal no valor de mil euros e a oferta de um cartão para abastecimento de combustível com um valor mensal de 250 euros.

A autarquia vai ainda suportar as despesas dos serviços de apoio à família para os filhos menores em creches, ATL ou outros.

Ainda no plano da habitação, está contemplada nestes apoios a isenção de pagamento de taxas licenças para a construção de habitação própria no concelho ou isenção do pagamento do valor do Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis, durante cinco anos.

Os profissionais terão ainda a oferta de explicações das disciplinas de matemática e português para filhos menores, entrada gratuita em todos os serviços e equipamentos municipais, nomeadamente piscinas, ginásio, museus e outros.

Já os médicos que fiquem em São João da Pesqueira por um período inferior a dois anos terão casa disponibilizada e paga pelo município, assim como as despesas com o consumo de energia, água e internet. A autarquia oferece ainda um cartão para abastecimento de combustível com um valor mensal de 250 euros e a entrada gratuita em todos os serviços e equipamentos municipais como piscinas, ginásio ou museus.

Para o município, a falta de médicos “é um problema complexo, principalmente em concelhos do interior, envolto em motivações intrínsecas e extrínsecas que influenciam a escolha do local de atuação do profissional”.

“Perante o número de utentes inscritos no Centro de Saúde de S. João da Pesqueira é essencial e de inequívoco interesse público, a implementação de medidas e de incentivo à fixação dos médicos de medicina geral e familiar nesta unidade de saúde, que combine incentivos financeiros e não financeiros.