Geral

15 de 05 de 2024, 15:18

Diário

Ministra da Cultura regressa ao Museu Grão Vasco no Dia Internacional dos Museus

Dalila Rodrigues, que foi diretora do espaço museológico de Viseu, vai estar este sábado na comemoração dos 20 anos de reabertura do museu

dalila rodrigues ministra da cultura

Fotógrafo: República Portuguesa

A ministra da Cultura, Dalila Rodrigues, regressa a Viseu para comemorar este sábado (18 de maio) os 20 anos de reabertura do Museu Nacional Grão Vasco e o Dia Internacional dos Museus.

Para celebrar a data, o Museu Grão Vasco – que foi reinaugurado em 2004 numa altura em que a atual governante era diretora do espaço – vai oferecer acesso gratuito e visitas livres às coleções e exposições patentes no local.

As celebrações começam às 10h00. A própria ministra da Cultura vai fazer, a partir das 11h30, uma visita guiada às pinturas de Vasco Fernandes (pintor que ficou conhecido como Grão Vasco).

Dalila Rodrigues será acompanhada pelo arquiteto Eduardo Souto Moura, que assinou o projeto de requalificação do Museu, e por Pedro Roseta, que era ministro da Cultura na altura da reinauguração.

Ao meio-dia, Dalila Rodrigues vai apresentar no claustro do Museu as novas políticas culturais do Governo que têm como prioridades a classificação, inventariação e circulação de bens, a permuta entre museus, monumentos e palácios, a autonomia dos museus e a democratização do acesso à cultura.

As comemorações incluem ainda uma atuação do ensemble de saxofone do Conservatório de Música de Viseu e uma homenagem a Pedro Roseta.

O Museu Grão Vasco – situado no Adro da Sé – foi fundado em 1916 para promover o património histórico, artístico e arqueológico da região de Viseu, nomeadamente as pinturas de Grão Vasco. Entre 2001 e 2004, um projeto de Eduardo Souto Moura renovou-o e adaptou-o às exigências de um novo programa museológico. Em 2015, passou a ser designado museu nacional.