Geral

16 de 12 de 2021, 12:52

Diário

Resende cancela iniciativas de Natal por causa da pandemia

Autarquia justifica decisão por precaução face à evolução da Covid-19 no concelho

Ruas de Resende

O município de Resende já cancelou as iniciativas festivas ligadas ao Natal por causa da Covid-19 e da sua evolução no concelho.

De acordo com o último balanço municipal, Resende tinha registado pelo menos 47 casos ativos de infeção. A taxa de incidência no concelho rondava há cerca de uma semana os 409 casos por 100 mil habitantes, segundo a Direção-Geral da Saúde.

O presidente da Câmara, Garcez Trindade, fala de uma medida preventiva para tentar evitar mais contágios no concelho, sobretudo junto dos mais novos.

“A condição pandémica assim o exigiu, de maneira que nós decidimos não arriscar. E, por uma questão de prevenção, tivemos que alterar de algum modo todo o mapeamento das festividades. Infelizmente tivemos de alterar por precaução”, afirmou.

Já as festas de Natal nas escolas tiveram de ser alteradas. Segundo Garcez Trindade, o município está agora a entregar prendas às crianças do concelho “fazendo aqui uma festa muito restrita para que não haja condições de transmissão da doença”.

“Infelizmente, o fator de transmissibilidade são as crianças, de maneira que estamos aqui com algumas restrições”, acrescentou o autarca.

Entre os eventos que não vão poder ser realizados nesta altura em Resende, inclui-se por exemplo a Feirinha de Natal que ia decorrer este fim de semana no Pavilhão Gimnodesportivo da vila.

No entanto, de forma a dar oportunidade aos produtores locais de escoarem os seus produtos, o município anunciou que irá disponibilizar bancas que ficarão situadas junto ao Largo da Feira, onde munícipes e visitantes poderão adquirir produtos regionais a partir deste sábado (18 de dezembro).

Ao todo, mais de uma dezena de concelhos da região de Viseu já anunciaram cancelamentos ou reajustamentos da programação prevista para a época natalícia devido ao aumento de casos de Covid-19. Um dos últimos concelhos foi Mangualde.