Geral

07 de 04 de 2021, 19:27

Especiais

Autárquicas: distrital do PS fecha nome de Borges da Silva para Nelas

Federação de Viseu também aprovou o nome de Paulo Figueiredo para ser o candidato à Câmara de Moimenta da Beira

Imagem

O atual presidente da Câmara de Nelas, Borges da Silva, foi escolhido como o candidato do PS no concelho para as autárquicas deste ano.

O nome foi aprovado pela Federação Distrital de Viseu, sobrepondo-se à escolha da concelhia de Nelas, a da antiga vice-presidente da autarquia, Sofia Relvas, que deixou o município em 2018.

Em declarações ao Jornal do Centro, Borges da Silva diz-se grato com o reconhecimento feito pela Distrital socialista de o escolher enquanto candidato do PS a Nelas. O atual presidente da Câmara acredita que a sua candidatura também terá a luz verde da estrutura nacional.

“Sinto-me muito honrado. Os resultados alcançados levaram a que eu, com algum sacrifício pessoal, profissional e familiar, me disponibilizasse para este desafio de continuar à frente da Câmara de Nelas ou, pelo menos, fazer as minhas propostas e ser julgado como considero justo relativamente ao trabalho realizado por parte do eleitorado que, com 4.023 votos em 2017, me colocou nas mãos o destino coletivo municipal”, afirmou o autarca.

Borges da Silva criticou ainda a decisão da Concelhia socialista de escolher o nome de Sofia Relvas, acusando a estrutura local de ter uma “agenda de substituição do presidente da Câmara”.

O autarca de Nelas lamentou que a relação com a Concelhia não tivesse tido “a evolução pacífica, amiga e consensual que desejaria”. O "corte" começou depois de ter pedido ao presidente da Junta de Freguesia de Canas de Senhorim eleito pelo PSD, Luís Pinheiro, para assumir funções deixadas por Sofia Relvas quando esta saiu da Câmara Municipal. Funções que Luís Pinheiro viria a deixar em 2020, incluindo a do chefe de gabinete de Borges da Silva.

Mesmo assim, o presidente da Câmara garante que sabe “perfeitamente encarar situações de dificuldade”. Borges da Silva aponta também o dedo à Concelhia do PS de não ter tido reuniões com os autarcas eleitos pelo partido no concelho e também de não realizar assembleias de militantes.

Agora, a Federação Distrital vai propor aos órgãos nacionais do PS o nome de Borges da Silva para ser o candidato socialista à Câmara de Nelas.

O Jornal do Centro contactou Sofia Relvas, que preferiu prestar declarações mais tarde. Antes de ter sido indicada como candidata da concelhia do PS, Sofia Relvas já teria sido sondada pelo PSD.

Nas últimas autárquicas em 2017, o PS venceu as eleições em Nelas com 48,66 por cento dos votos. Borges da Silva, que chegou a ser autarca eleito pelo PSD, lidera a Câmara local pelo PS desde 2013.

Além de Borges da Silva, a Distrital do PS de Viseu também aprovou o nome de Paulo Figueiredo para ser o candidato socialista à Câmara de Moimenta da Beira, depois da recusa da candidatura de Alcides Sarmento, rodeada em polémica por causa de suspeitas de irregularidades. Paulo Figueiredo já foi presidente da concelhia do PSD de Moimenta da Beira.

Mais Notícias