Mariana Silva

30 de 04 de 2021, 17:00

Especiais

Autárquicas: Manuel Cordeiro conta com o apoio do PS e do CDS. Do lado do PSD tem Vítor Sobral pela frente

O independente, Manuel Cordeiro, que há quatro anos foi eleito presidente da Câmara de São João da Pesqueira, pelo movimento “Pela Nossa Terra”, é de novo candidato à autarquia

manuel cordeiro são joão da pesqueira

O independente, Manuel Cordeiro, que há quatro anos foi eleito presidente da Câmara de São João da Pesqueira, pelo movimento “Pela Nossa Terra”, é de novo candidato à autarquia.

Depois da luta pelos independentes, que resultou “numa dupla vitória”, Manuel Cordeiro fala ao Jornal do Centro, assumindo-se como candidato.

“Ainda não me apresentei publicamente, mas é quase escusado porque as pessoas sabem que vou ser candidato. A não ser que algo de mal aconteça comigo ou com a minha saúde”, começa por dizer o autarca.

O presidente diz que serão “mais quatro anos para concluir algumas coisas que não conseguiu neste mandato”.

Nestas eleições, o movimento independente continua a ter o apoio do Partido Socialista e do CDS-PP.

“Tenho, exatamente, as mesmas condições de há quatro anos. Não é qualquer apoio formal ou financeiro. É um apoio mais ou menos informal. Apoiam a candidatura porque entendem que somos as melhores pessoas para estarmos à frente da Câmara, por isso não apresentarão candidatos contra mim”, adianta.

O dossier das acessibilidades ao concelho e da saúde continua a ser prioridade na próxima candidatura.

“Aquilo que dependia, exclusivamente, da Câmara, foi cumprido. Depois há coisas que não dependiam de nós, mas que já foram dados passos muito grandes. A questão das acessibilidades ao concelho, a requalificação da N222 e também no que respeita a matéria da saúde, a unidade de cuidados continuados e da urgência básica no concelho”, conclui Manuel Cordeiro.




PSD com "sentimento de missão" pela terra

Vítor Sobral é o candidato à Câmara de São João da Pesqueira pelo PSD.

O atual vereador na Câmara diz que “tem uma missão para com o concelho e para com as pessoas”.

“Quero que o projeto seja de todos e que vá ao encontro da sustentabilidade do território”, diz Vítor Sobral.

As bandeiras da candidatura são a fixação de pessoas e a captação de investimento.

“São João da Pesqueira é um concelho com bastantes potencialidades. Todos, e cada um de nós, com trabalho, poderá garantir a sustentabilidade num todo. Pretendemos dar um forte dinamismo ao tecido empresarial porque é lá que reside a empregabilidade que precisamos para que as pessoas tenham uma vida sustentável e não tenham que sair do concelho. Por outro lado, queremos captar investimento”, revela o candidato.

O projeto do PSD no concelho “ainda está a ser desenvolvido”, mas Vítor Sobral está confiante na vitória.

“Com o contributo de todos, é um projeto que garante sustentabilidade, por isso estou confiante na vitória”, conclui.

Na corrida autárquica de há quatro anos estava também Adriana Silva, candidata da CDU.

Nas autárquicas de 2017, o independente Manuel Cordeiro teve 54,09 por cento dos votos. O PSD, 40,26 por cento e a CDU 1,76.




Como votou São João da Pesqueira nas Autárquicas de 2017?

Há quatro anos, nas eleições autárquicas, o concelho de São João da Pesqueira elegeu Manuel Cordeiro (PNT) para presidente da Câmara. O autarca foi eleito com 54,09 por cento. Em segundo lugar ficou Jorge Rocha, pelo PSD, com 40,26 por cento dos votos, em terceiro Adriana Silva, candidata da CDU, com 1,76 por cento.

pesqueira autarquicas + retrato do concelho