28 fev
Viseu

Desporto

Futebol formação: GD Mangualde continua com treinos há distância para "manter a ligação com os atletas"

por Redação

26 de janeiro de 2021, 11:48

Foto D.R.

CLIPS ÁUDIO

Os treinos presenciais estão proibidos, mas isso não foi um obstáculo para o Grupo Desportivo de Mangualde, que continuou a treinar à distância com os atletas mais novos.

João Paulo, coordenador da formação do clube mangualdense, admite que a “pior coisa que podia ser feita neste momento, era abandonar os jovens” e por isso “tiveram de encontrar alternativas”.

“Tentamos manter a ligação com os nossos atletas, através dos nossos treinadores. Estamos todas as semanas a fazer novas planificações e a manter o contacto”, explica.

O coordenador da formação do Mangualde conta que “eles [atletas] têm tido, na grande maioria, bastante recetividade” e admite que “sem ser o ideal, tem sido o possível” para manter os jovens ativos.

Os treinos à distância servem para manter os mais novos ligados à modalidade que tanto gostam, porque o facto de não haver competição, nem treinos presenciais, tem levado a algumas desistências.

“Nós temos noção que logo a seguir à situação do ano passado, em março, e depois quando retomámos em setembro, houve logo uma perda na retoma de muitos atletas”, explica.

João Paulo lembra que “a situação nunca esteve totalmente ultrapassada e as coisas nunca estiveram desimpedidas na mente dos encarregados de educação e mesmo de muitos atletas”.

Quanto a esta nova paragem, o técnico admite que “poderá voltar a complicar a situação”. “[Há atletas que] poderão não retomar, juntando-se aqueles que já não tinham retomado anteriormente, e existem aqueles que depois de voltarmos novamente ao trabalho de campo, podem desistir se esta situação se arrastar, principalmente, com a ausência de competições”, explica.

A pandemia da Covid-19 continua a causar um impacto negativo em todos os setores e o desporto não é exceção. Os escalões de formação tentam manter atividade há distância para cativar os atletas, contudo, as desistências de alguns jogadores continuam a ser uma dor de cabeça para os clubes.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts