09 mar
Viseu

Desporto

Presidente da Associação de Andebol de Viseu lamenta a falta de apoio do Governo

por Redação

23 de fevereiro de 2021, 12:20

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

Depois de ter sido publicado em consulta pública o Plano de Recuperação e Resiliência com um valor de quase 14 milhões de euros em subvenções, que não incluem o desporto, o presidente da Associação de Andebol de Viseu, Joaquim Escada, lamentou esta decisão por parte do Governo, mas ainda tem esperança que consigam atribuir ajudas ao desporto.

"Tenho alguma pena que assim seja, porque até parece que o desporto não faz parte da nossa sociedade. Quando todas as recomendações são de que o desporto é fundamental no pós pandemia, essencialmente para a saúde física, mas também para a saúde mental das pessoas", referiu.

"As nossas crianças e os nossos jovens não podem ficar sem a prática desportiva regular, que é fundamental para o seu desenvolvimento", realçou Joaquim Escada, que garantiu ainda, que com ou sem ajudas do Governo o desporto tem de existir. "Nós havemos de fazer, mas sinto que vamos ter muitas dificuldades se, de facto, esse apoio não se concretizar".

Questionado sobre uma eventual resposta diante o Governo, Joaquim Escada, realçou que a associação é uma estrutura “muito abaixo para tomar uma posição”.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts