27 jan
Viseu

Região

Covid-19: ensino superior quer manter-se aberto em Viseu

por Redação

12 de janeiro de 2021, 12:48

Foto Igor Ferreira

CLIPS ÁUDIO

As escolas de ensino superior de Viseu querem continuar a funcionar, mesmo a horas de o Governo anunciar um novo confinamento geral por causa da Covid-19. O Instituto Piaget e a Universidade Católica querem manter-se abertas, enquanto o Politécnico promete cumprir as medidas que forem decididas.

Na Católica, a vontade passa por continuar com as aulas presenciais. Sem querer gravar declarações, o presidente da instituição, Aires do Couto, diz que aguarda as conclusões da reunião desta terça-feira (12 de janeiro) com o Infarmed sobre a evolução nacional da pandemia e garante que a universidade irá seguir todas as indicações.

No Instituto Piaget, o presidente Paulo Alves também diz que há condições para que as aulas presenciais se mantenham. “Consideramos que continuamos a ter condições para manter o ensino presencial e isso fica a dever-se ao plano de contingência e segurança que temos implementado desde o início da pandemia”, refere.

O dirigente garante também que, na Piaget, o risco de contágio por Covid-19 tem sido reduzido na comunidade académica e lembra que as aulas do primeiro semestre estão a terminar nesta altura.

“Estamos no final de semestre, pelo que a nossa atividade está a reduzir-se substancialmente, sendo que passaremos para a época de exames. Toda esta atividade está a ser regulada e desfasada”, remata.

Já o presidente do Politécnico de Viseu, Monney Paiva, promete implementar as medidas que forem decididas pelo Governo. Sem gravar declarações, o responsável garante que não há nenhum caso de transmissão nas instalações do IPV devido às medidas de segurança que foram implementadas.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts