04 Jun
Viseu

GERAL

Coronavírus: Cerco sanitário em Castro Daire

por Redação

09 de Abril de 2020, 13:29

Foto Arquivo Jornal do Centro

Decisão está a ser ponderada pela ministra da Saúde

CLIPS ÁUDIO

O cerco sanitário a Castro Daire pode avançar na próximas horas. A decisão está a ser ponderada pelo Ministério da Saúde. Neste momento, a Santa Casa da Misericórdia de Castro Daire tem 12 casos confirmados da Covid-19, mas aguarda o resultado de mais de 150 testes. Na comunidade, no total, são já 64 pessoas infetadas com a Covid-19.

O pedido para o cerco sanitário foi pedido pelo município à Direção-Geral de Saúde (DGS). Na habitual conferência de imprensa, a diretora-geral, Graça Freitas, confirmou e anunciou que a decisão terá de ser agora tomada pela ministra da Saúde. 

A Câmara de Castro Daire avançou, na última noite de quarta-feira (8 de abril), que foram confirmados mais 14 casos positivos da Covid-19 no concelho, levando a um total de 64 pessoas infetadas.

Segundo aponta a autarquia, a grande maioria dos casos diz respeito a instituições e lares locais.

No Lar de S. Joaninho, onde se vive a situação mais preocupante, há 38 infetados pelo novo coronavírus. Também nesse lar, já há registo de uma pessoa recuperada. No Lar S. João de Deus, na localidade de Mosteiro, 10 utentes encontram-se infetados.

No Lar Padre Sebastião Vieira e na Unidade de Cuidados Continuados, há o registo de um caso cada. Fora destas instituições, há 14 casos confirmados na comunidade castrense.

Já ao Jornal do Centro, nesta manhã de quinta-feira, o provedor da Santa Casa da Misericórdia, Rui Samora, tinha adiantado que estavam em cima da mesa vários cenários, entre eles a deslocação dos utentes. Queixou-se no atraso dos resultados e da falta de equipamento de proteção individual. 

“Estamos aqui numa angústia à espera de resultados, que demoram muito tempo a chegar. Foram feitos testes a dois lares, um tem 46 utentes e outro tem 28. Só tenho resultados de 10 utentes. Temos um outro lar onde estamos à espera do resultado de um senhor que acabou por falecer. Na unidade de cuidados continuados, temos uma colaboradora que deu positivo e as pessoas com quem contactou também fizeram o teste”, explica.

A Misericórdia de Castro Daire tem mais de 150 utentes e emprega quase 200 funcionários.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts