05 Abr
Viseu

GERAL

Distrito de Viseu: mais acidentes e mais mortos em 2019

por Redação

06 de Janeiro de 2020, 11:06

Foto Arquivo Jornal do Centro

Vinte e nove pessoas perderam a vida nas estradas da região

CLIPS ÁUDIO

As estradas do distrito de Viseu foram palco de mais acidentes rodoviários e vítimas mortais em 2019. A informação é da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), citando dados recolhidos pela PSP e pela GNR.

Segundo a ANSR, que elaborou os últimos balanços de 2019 sobre a sinistralidade rodoviária, os agentes de autoridade da região de Viseu registaram 5.154 sinistros nas estradas durante o último ano, mais 276 face aos 4.878 acidentes de 2018. O número de 2019 é, aliás, o mais grave registado na região desde 2014 (ano em que foram registados 4.353 acidentes).

Em comparação com os distritos vizinhos, Viseu teve mais acidentes do que Vila Real e Guarda e menos face a Aveiro e Coimbra. Em 2019, Aveiro teve 11.004 acidentes nas estradas, enquanto Coimbra teve 5.658 acidentes e Vila Real apurou 2.451. Guarda registou 1.588 sinistros.

Quanto aos mortos, Viseu também teve um aumento. Em 2019, 29 pessoas perderam a vida nas estradas da região, mais duas em comparação com o ano anterior. Entre 2014 e 2019, o número mais baixo de vítimas mortais alguma vez registado no distrito foi 16 em 2017.

O número de 2019 também representa um recorde face aos números dos últimos cinco anos, já que foram vitimadas 26 pessoas em 2014 e 2015, 23 em 2016 e 27 em 2018.

Nos feridos graves, Viseu registou 94 vítimas no ano passado, mais uma em comparação com 2018. De 2014 a 2019, o número mais alto neste indicador foi registado em 2016, ano em que houve 108 feridos graves nas estradas do distrito viseense.

O balanço da Operação Natal e Ano Novo

Ainda em Viseu os números também aumentaram na Operação Natal e Ano Novo, mas apenas no que diz respeito aos acidentes. Na última operação 2019/2020, Viseu teve 287 sinistros registados, mais 68 face à operação 2018/2019.

Ao contrário do que aconteceu na operação anterior, não houve mortos registados pelos agentes da segurança no distrito. Em 2018/2019, duas pessoas morreram nas estradas da região durante o Natal e o Ano Novo.

Na última operação, houve ainda três feridos graves registados no distrito, menos um face a 2018/2019.

Os dados nacionais

A nível nacional, houve mais acidentes e menos mortos em 2019, com totais de 135.063 sinistros, 472 vítimas mortais e 2.288 feridos graves. Em 2018, estes números foram registados em 132.399 acidentes, 508 vítimas mortais e 2.141 feridos graves. Nos feridos ligeiros, foram registados 42.925 em 2019 e 41.356 em 2018.

Durante a Operação Natal e Ano Novo, foram contabilizados 5.827 acidentes em Portugal na passagem entre 2019 e 2020, mais 396 em comparação com a operação anterior. As vítimas mortais foram registadas em 15, uma descida face aos 29 de 2018/2019. Os feridos graves foram apurados em 75, menos sete face à operação anterior.

Os feridos leves foram calculados em 1.487 na operação de 2019/2020 e em 1.781 em 2018/2019.

Relativamente à fiscalização rodoviária, durante o ano de 2019, foram fiscalizados 12,8 milhões de condutores em todo o país. Segundo a ANSR, estas ações resultaram em 1,4 milhões de infrações e em 27.216 condutores detidos, dos quais 14.999 apresentavam uma taxa de álcool superior à taxa crime.

Relativamente às infrações registadas, 47 por cento (661.799 infrações) referem-se a excesso de velocidade, 10% à falta de inspeção (56.026), 6% à falta de seguro (34.333) e 6% ao uso do telemóvel (33.814).

Já 1,7 milhões de condutores foram submetidos ao teste da condução sob o efeito de álcool. Destes, apenas dois por cento apresentaram uma taxa de álcool superior à máxima permitida.

 

.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts