25 Set
Viseu

Região

Misericórdia de Lamego avança com obras no Lar de Arneirós

por Redação

10 de Agosto de 2020, 17:17

Foto D.R./Misericórdia de Lamego

CLIPS ÁUDIO

A Santa Casa da Misericórdia de Lamego vai avançar com a reconstrução e ampliação do lar de idosos de Arneirós, num investimento avaliado em cerca de 1,5 milhões de euros.

A instituição vai, “dentro de muito pouco tempo”, transferir os utentes desta valência “para um novo edifício construído no mesmo local” da ala.

“A nova estrutura residencial terá à disposição 50 camas, distribuídas por 25 quartos com aquecimento central e casa de banho privativa. Trata-se do maior investimento de sempre realizado por esta instituição de solidariedade social com o objetivo de dar um salto qualitativo na qualidade dos serviços prestados e de oferecer um amplo conjunto de serviços complementares em modernas instalações”, refere a Santa Casa em comunicado.

Citado na nota, o provedor António Marques Luís refere que o lar será dotado “de condições de excelência, ao nível do melhor que existe no país”.

“Temos uma residência de futuro e que muito nos orgulha! Após um longo processo burocrático, a concretização deste investimento coloca um ponto final num problema cuja resolução era há muito adiada, uma vez que o anterior edifício encontrava-se em estado de profunda degradação e desadequado face às exigências atuais”, diz o responsável.

As obras contam com um apoio de 300 mil euros concedido pelo Fundo Rainha D. Leonor, criado pela Santa Casa de Lisboa e pela União das Misericórdias Portuguesas.

“Quando for concretizada a respetiva transferência, devido à necessidade de efetuar obras na ala atualmente ocupada, os idosos vão ter à sua disposição um novo Gabinete Médico e de Enfermagem e mais espaços de lazer e convívio. Todo o edifício foi concebido obedecendo às novas normas de segurança contra incêndio. Foi também renovada a lavandaria de apoio e requalificada a envolvente exterior, dotando-a, pela primeira vez, de aparelhos de ginástica para idosos de modo a ajudá-los a manter um estilo de vida ativo e a prolongar a sua autonomia física e psicológica”, explica a Misericórdia de Lamego na mesma nota.

A instituição já está a preparar a execução de uma nova fase de obras, orçada em cerca de 275 mil euros, no outro edifício que integra o lar. O objetivo passa por “requalificar os espaços interiores de modo a adequá-los às novas normas da Autoridade Nacional da Proteção Civil, para além de visar a requalificação da envolvente exterior e a criação de um novo parque de estacionamento para 20 viaturas”.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts