02 Jul
Viseu

São Pedro do Sul

Termas de São Pedro do Sul recebem selo 'Clean & Safe' entre críticas à tutela

por Redação

29 de Junho de 2020, 19:53

Foto Igor Ferreira

CLIPS ÁUDIO

O presidente do Conselho de Administração da Termalistur, empresa municipal que gere as Termas de São Pedro do Sul, e da Associação Termas de Portugal criticou duramente a Direção-Geral da Saúde.

Os reparos foram feitos esta segunda-feira (29 de junho), na atribuição do selo ‘Clean & Safe’ à estância termal, onde o responsável deixou ainda alguns recados ao Governo.

“Quero tentar sensibilizar para que a Saúde olhe para as termas com outros olhos. Se estamos sob uma tripla tutela do Turismo, da Energia e da Saúde, a Saúde tem de perceber se as termas pertencem ou não ao Serviço Nacional de Saúde e como quer tratá-las”, afirma Vítor Leal, que diz que as termas só foram reabertas este mês de junho com o apoio do secretário de Estado da Saúde.

“Se não fosse ele, certamente, as Termas não estavam abertas. Ainda hoje solicitamos à Direção-Geral da Saúde para que o programa analítico que permite que as termas abram possa ser encurtado e nem sequer recebemos resposta. E é por isso que há muitas termas que não abriram, nem têm condições de abrir quando lhes são impostas condições que não impõem a nenhum outro setor”, critica.

A secretária de Estado do Turismo preferiu deixar palavras de incentivo e força ao setor termal. Rita Marques acredita que o turismo vai voltar a crescer em breve. “O turismo está pronto e tem estado a preparar-se nestes dias com iniciativas emblemáticas”, sublinhando o selo ‘Clean & Safe’, que foi “pioneira a nível mundial”.

“É uma iniciativa muito simples, mas que pretende sobretudo instigar a confiança” junto dos turistas e dos trabalhadores do setor, realça a governante.

“Estamos prontos, estamos abertos e estamos com uma garra desgraçada. É importante deixar esta mensagem de esperança e otimismo. É importante, nós todos, profissionais do setor do turismo, passarmos esta mensagem positiva, assertiva, clara, de que estamos prontos, estamos abertos e estamos confiantes de que muito em breve vamos retomar a rota de crescimento”, afirma Rita Marques.

Em dia de feriado municipal, o presidente da Câmara de São Pedro do Sul, Vítor Figueiredo, deu a novidade da aprovação de uma candidatura para a criação de um parque de autocaravanas, representando um investimento de cerca de 460 mil euros, dos quais 100 mil euros serão comparticipados.

“É uma percentagem muito pequena em relação ao total, mas esperamos realmente que, com tantos milhões dos fundos comunitários, possamos ainda alocar mais uma certa percentagem a projetos aprovados para que sejam mais facilmente concretizados”, afirma.

O autarca deixou ainda um pedido à secretária de Estado do Turismo: que aprove a candidatura conjunta de São Pedro do Sul, Oliveira de Frades e Vale de Cambra para o projeto dos Passadiços do Teixeira, “que já temos concluído e pronto”. “Para nós e para esta região do interior, porque temos de começar cada vez mais a fixar as pessoas, era muito importante que pudéssemos concretizar esta pretensão”, remata.

O discurso foi feito no decorrer de uma cerimónia onde as Termas de São Pedro do Sul receberam o selo ‘Clean & Safe’, tornando-se a primeira estância termal do país a ser distinguida pela Turismo de Portugal, em associação com a Associação das Termas de Portugal.

O selo está agora disponível para as empresas e outras entidades concessionárias e/ou titulares de termas. No ano passado, o crescimento deste setor atingiu os 15 por cento. Em Portugal, existem, atualmente, 46 termas ativas.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts