26 fev
Viseu

Turismo

Turismo do Centro apresenta alternativas para promover a região

por Redação

17 de fevereiro de 2021, 12:32

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

A Turismo do Centro de Portugal (TCP) está a divulgar várias iniciativas para “dar a conhecer a região sem sair de casa”.

O novo confinamento, provocado pela Covid-19, levou à suspensão da atividade turística e, por isso, a TCP apresentou estas iniciativas, que servem para “levar as pessoas a conhecerem a região de forma virtual”.

A iniciativa denominada “#CentrodePortugalonline” baseia-se em vários artigos regulares, que constam no site do TCP, em que “são apresentados vários destinos que podem ser visitados de forma digital.”

A primeira publicação é dedicada aos museus do Centro de Portugal, disponibiliza visitas virtuais e pode ser consultado em bit.ly/2LZfyWW.

Nos próximos artigos vão constar outros destinos da região, como são os casos dos Lugares Património da Humanidade, Roteiros Vinícolas e Adegas, Festivais Virtuais ou Jardins Históricos, entre outros.

O “podcast semanal do Turismo Centro de Portugal” é outra iniciativa, um “programa de rádio online que dá voz aos protagonistas da região”. Este podcast vai contar com várias “figuras conhecidas da região”, que vão sugerir nas três primeiras edições “roteiros e visitas no território do Centro de Portugal”. André Sardet vai ser o primeiro convidado especial do episódio mais recente, disponível em spoti.fi/2NxsCD4.

O Turismo do Centro vai ainda dispor de uma rubrica denominada “Os melhores sítios do Centro de Portugal para...”, onde são sugeridos destinos na região para diversas finalidades.

“Os melhores sítios ‘para chorar de alegria, emoção ou saudade’, ‘para respirar a plenos pulmões’, ‘para namorar, beijar ou fazer o pedido de casamento’ ou ‘para aliviar o stress e manter a boa forma’ são alguns exemplos”, explica em nota a entidade que promove o turismo na região Centro.

Pedro Machado, presidente do Turismo do Centro, diz que as iniciativas “são uma resposta possível para mitigar as saudades que os seguidores têm de visitar a região, saudades que expressam nas redes sociais”.

O responsável refere ser esta uma forma de mostrar “o muito que há para conhecer” e “estimular as pessoas a regressar à região, assim que for possível”.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts