29 nov
Viseu

Viseu

Termas do Alcafache, em Viseu, já estão de portas abertas

por Redação

22 de junho de 2020, 09:33

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

As Termas de Alcafache, em Viseu, reabrem esta segunda-feira (22 de junho), depois de três meses de portas fechadas devido à pandemia da Covid-19. A estância reabre também uma semana depois da reabertura de grande parte dos espaços do setor.

Em declarações ao Jornal do Centro, a administradora Helena Marcos diz que a as Termas de Alcafache está pronta para receber os utentes.

“Foram tomadas todas as medidas e orientações da Direção-Geral da Saúde. Para além do protocolo de limpeza e higienização dos nossos espaços, foram também integradas as orientações para a reabertura dos balneários termais. Os clientes vão ter de marcar obrigatoriamente consulta por telefone. Logo na chamada, vamos fazer triagem à Covid-19 e, só depois, vamos agendar as consultas”, explica.

Além disso, a gestora também indicou o uso obrigatório da máscara cirúrgica no interior das instalações e a não-permissão de entrada aos acompanhantes, “a não ser crianças ou no caso de utentes que sofrem alguma patologia”. “Vai ser necessário distanciamento físico. A equipa está toda preparada para receber os clientes”, acrescenta.

Helena Marcos diz ainda que os últimos meses não foram fáceis e não esconde que esta é “uma abertura muito tardia” para o espaço de Alcafache, situado nas margens do rio Dão.

“A nossa data inicial era 29 de março, portanto já estamos com bastante desfasamento e estávamos preparados para tal. Contudo, devido à situação, tivemos de adiar. Entrámos em lay-off, mas há custos fixos que se mantêm. As receitas foram zero. Foi muito complicado, porque somos uma empresa sazonal, vivemos dos nossos utentes e, com as portas fechadas, tornou-se muito complicado”, remata a administradora.

As termas em Alcafache estão abertas até 30 de novembro. Os tratamentos estão indicados para problemas das vias respiratórias e problemas músculo-esqueléticos. Na semana passada, os médicos do Serviço Nacional de Saúde voltaram a prescrever a frequência das estâncias.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts