28 nov
Viseu

Viseu

Viseu prepara programação natalícia a um mês do Natal, para ajudar o comércio local

por Redação

18 de novembro de 2020, 15:43

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

Viseu conta com uma programação de Natal, que, garante o presidente da Câmara, não vai ser "impedida" pelo estado de emergência e pelo recolher obrigatório decretados por causa da pandemia da Covid-19.

A iniciativa será organizada em parceria com a Associação Comercial de Viseu para tentar dinamizar o pequeno comércio durante a quadra natalícia, uma das alturas do ano em que o setor costuma ter mais vendas e movimento.

Almeida Henriques assegurou que a programação de Natal vai ser mantida, “até porque já está contratada”, com a exceção dos concertos que preenchiam todos os anos a agenda natalícia da cidade.

“A iluminação e o mercado do Natal existirão, mas não haverá programação física porque não pode haver. Ainda assim, não deixaremos de continuar porque, mais do que nunca, temos de ter mecanismos para apoiar o nosso comércio de proximidade, restauração e por aí, com as limitações que nos são colocadas”, frisa o autarca.

Já o presidente da Associação Comercial, Gualter Mirandez, garante que, em tempos de pandemia, o Natal revela-se ainda mais importante para o negócio face à crise económica provocada pela pandemia da Covid-19.

“As empresas já estão com enormes dificuldades em garantirem a sua sobrevivência, manterem os postos de trabalho e trabalharem. Se este contexto já está a ser difícil, então seria um desastre se estivéssemos confinados”, explica o dirigente.

Face a isto, o comerciante entende que “devemos dar ao público a mensagem de que, apesar de tudo, estamos perfeitamente à-vontade para não termos focos de pandemia e podermos trabalhar em segurança”.

Gualter Mirandez diz que o comércio não pode baixar os braços e adianta que as ações de Natal vão incluir o Mercadinho no Mercado 2 de Maio, “que tem tido tanto sucesso nos anos anteriores e esperamos que as pessoas acorram para os empresários ficarem satisfeitos”.

“Vamos também ter decoração em determinados pontos da cidade, alusivas ao Natal, e a iluminação das ruas, que é sempre um sucesso, assim como a passadeira na Rua Formosa para darmos um ar mais solene”, afirma, acrescentando que vai haver também um novo concurso de montras. No ano passado, 55 lojas de rua concorreram a esta iniciativa.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts