24 nov
Viseu

Região

“Acabou-se o martírio”. Padre de Mangualde curado da Covid-19

por Redação

28 de agosto de 2020, 14:32

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

O pároco de Santiago de Cassurrães, no concelho de Mangualde, está curado da Covid-19. O teste realizado na quarta-feira (dia 26) deu negativo depois de o anterior ter dado inconclusivo.

“Acabou-se o martírio”, diz o padre Celestino Ferreira. “Sobrevivi a isto como qualquer mortal”, afirma, garantindo ainda que já vai celebrar missa neste próximo domingo (dia 30).

“Eu espero que sim e que me deixem [celebrar missa] para dizer que dou graças a Deus e que estou à disposição deles [dos fiéis]”, afirma.

O pároco de Santiago de Cassurrães ficou infetado depois de ter estado num retiro da Opus Dei em Vila Nova de Gaia, juntamente com mais dois sacerdotes da Diocese de Viseu. O padre de Ferreira de Aves (Sátão), Nuno Amador, também recuperou do novo coronavírus.

O mesmo ainda não aconteceu com o padre Geraldo Morujão, de Viseu. O teste realizado na última quarta-feira voltou a dar inconclusivo.

“Vou continuar isolado, bem como o meu irmão. Portanto, neste domingo, não haverá missa na Paróquia [de São José]. É mais um domingo sem missa, mas não me sinto mal, graças a Deus”, afirma.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts