16 Jul
Viseu

Viseu

Cerca de 40 empresas ajudam o Banco Alimentar de Viseu

por Redação

27 de Maio de 2020, 10:06

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

Cerca de 40 empresas da região já se associaram à campanha que o Banco Alimentar Contra a Fome de Viseu está a promover. A recolha de alimentos que costuma decorrer em maio está a realizar-se de forma diferente devido à pandemia da Covid-19.

Para que não falte comida no armazém face à situação atual, a presidente da instituição, Fátima Ribeiro, decidiu lançar um desafio ao setor empresarial do distrito. Ao Jornal do Centro, a responsável diz que 37 empresas responderam sim.

“Esta iniciativa está a ser muito bem acolhida por parte das empresas. Nesta fase crítica para muitas delas, eu acho que a generosidade fala mais alto. As empresas estão a sentir um pouco desta hecatombe que assolou todo o país, mas por outro lado, como estão a sentir na pele as dificuldades e esta é uma situação difícil para todos, estão também a mostrar a sua grande vontade de colaborar com causas como a nossa”, explica.

Segundo Fátima Ribeiro, as 37 empresas já doaram quatro dezenas de paletes de comida.

“Já conseguimos angariar 42 paletes, que contêm bolacha maria, cereais, esparguete, leguminosas, leite e massa grossa. Ainda não temos nenhuma palete de óleo, nem de atum, mas estamos a aguardar as respostas das empresas. Entretanto, esperamos que se possam juntar a nós mais empresas, porque ainda têm tempo para o fazer”, remata.

Quem ainda não contribuiu ainda o pode fazer nos supermercados, com a campanha vale, e também através de donativos na Internet, no site alimentestaideia.pt. A recolha de alimentos termina no domingo (31 de maio).

Até ao início da pandemia, o Banco Alimentar de Viseu ajudava 6.023 pessoas. Com a crise pandémica, passou a ajudar mais 800 pessoas.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts