28 nov
Viseu

Região

Cinfães: Surto de Covid-19 está controlado, garante autarca

por Redação

05 de agosto de 2020, 08:53

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

O concelho de Cinfães, o município que tem tido mais casos do novo coronavírus no distrito de Viseu, tem o surto controlado. Nas últimas semanas, morreram nove pessoas, sobretudo utentes da Misericórdia local, por causa da Covid-19.

Em entrevista ao Jornal do Centro, o presidente da Câmara, Armando Mourisco, diz que já se vive por estes dias uma situação "mais tranquila" na vila. 

“Há já duas semanas que não aparece nenhum novo caso no concelho. O surto está perfeitamente controlado. Aliás, isto deu-se dentro da estrutura da Santa Casa da Misericórdia, nunca indo efetivamente para além dos funcionários, dos utentes e de alguns familiares diretos e nunca havendo transmissão para a comunidade”, frisa acrescentando, "já bastaram os tempos conturbados que vivemos”, incluindo as mortes na Santa Casa.

No programa Espaço Atualidade, o presidente da Câmara de Cinfães partilhou os ensinamentos que retirou da pandemia. “Aprendi que o ser humano tem uma capacidade de trabalho inesgotável e também de resiliência, que é absolutamente extraordinário. Esta situação serviu para perceber a competência, a dedicação e a importância que algumas pessoas têm no serviço público”, afirma.

Sobre os apoios para as famílias e empresas, o autarca diz que o orçamento municipal não tem limites e garante que, se for necessário, o dinheiro será reforçado em 2021. Para Armando Mourisco, a prioridade está no bem-estar das pessoas e na manutenção dos empregos no concelho.

“Inicialmente, fizemos um programa que poderá chegar aos 900 mil euros. Ficámos de avaliar a situação no princípio de setembro e, se fosse necessário, durante o próximo ano. Se a crise se mantiver, vamos reforçar o orçamento”, garante.

Armando Mourisco admite ainda temer que, depois da pandemia, os turistas regressem aos velhos hábitos e o interior volte a ficar vazio depois da grande procura que teve este verão.

“Os espaços de alojamento local estão lotados. A lotação está esgotada até ao segundo fim de semana de setembro. A procura no interior é muito maior e estamos a ver isso na comunicação social, mas temo que, passando esta pandemia, as pessoas regressem ao litoral e às praias”, conclui.

O presidente da Câmara de Cinfães esteve à conversa no Espaço Atualidade, que pode acompanhar em permanência em www.jornaldocentro.pt. Na Rádio Jornal do Centro (98.9 FM), a entrevista passa às 11h30, 17h50 e 20h55 desta quarta-feira (5 de agosto).

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts