28 Set
Viseu

Região

Coronavírus: mais dois casos em Viseu

por Redação

05 de Agosto de 2020, 18:22

Foto D.R./Bruno Batista

CLIPS ÁUDIO

Há mais dois casos confirmado de infeção por Covid-19 em Viseu, subindo para 124 o número de infetados no concelho desde o início da pandemia.

Ao que o Jornal do Centro apurou, os últimos casos em Viseu foram todos importados de outras zonas do país e do estrangeiro. Apesar deste aumento das infeções, o presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, diz-se satisfeito por o concelho ainda não registar qualquer vítima mortal.

“É uma coisa que nos orgulha a todos e esperamos que Deus nos continue a proteger. Temos também de ter orgulho no trabalho de equipa que foi feito. Acho que este tempo em que vivemos também nos disse que é fundamental, mais do que nunca, trabalharmos em equipa. Se todos contribuirmos para o mesmo objetivo, conseguimos fazer muito mais”, afirma o autarca.

Por causa da pandemia, a Câmara de Viseu diz que segue à risca as orientações da Direção-Geral da Saúde. Na última terça-feira (4 de agosto), os feirantes se queixavam do controlo excessivo das entradas na Feira Semanal. Almeida Henriques diz que a autarquia não faz as coisas “por capricho”.

“Nós temos de fazer sempre opções pelo bem do público mesmo que isso às vezes nos coloque o ónus. As pessoas estão mais tempo à espera porque estão a ser protegidas. Vamos discutir o assunto, para ver se haverá forma de agilizarmos algum procedimento sem pôr em causa a saúde pública, que estará sempre em primeiro lugar”, afirma pedindo a compreensão das pessoas.

Ao contrário do que afirmou o ministro da Economia (Pedro Siza Vieira), que disse que o pior da pandemia já passou, Almeida Henriques não está assim tão confiante. O autarca teme que os efeitos piorem ainda mais depois do verão.

“Deus queira que o senhor ministro tenha razão, mas se olharmos para a economia, eu acho que o pior ainda está para vir. O pós-setembro vai ser um período em que nós, que temos responsabilidades públicas, ainda vamos ter um trabalho mais redobrado”, receia.

“Vamos ter de cuidar, do ponto de vista social, dos que vão precisar porque o desemprego vai ainda aumentar mais de uma forma exponencial. Esta é uma realidade em que nós não podemos deixar de viver com ela. Por outro lado, não sabemos como vai ser o inverno e como vamos conviver combatendo a gripe sazonal com os sintomas que, muitas vezes, se confundem com os da Covid-19”, acrescenta Almeida Henriques.

 

Distrito com 723 infetados

O distrito de Viseu tem, agora, 723 casos registados da Covid-19 desde o início da pandemia. Os concelhos com mais infetados confirmados são Cinfães (130), Viseu (122), Castro Daire (116), Mangualde (78) e Resende (70).

Na região, há ainda registo de 40 óbitos e 581 recuperados. Os municípios com mais curados são Viseu (111), Castro Daire (110), Mangualde (68), Resende (63) e Cinfães (62).

Aguiar da Beira (que pertence à CIM Viseu Dão Lafões), Tarouca e São João da Pesqueira não têm casos registados.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts