01 Jun
Viseu

Região

Mais de 100 produtos da região de Viseu já estão à venda, online

por Redação

21 de Maio de 2020, 18:37

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

O mercado online “Prove Viseu Dão Lafões”, criado pela Comunidade Intermunicipal, entrou esta quinta-feira em funcionamento na plataforma Dott.

O mercado conta inicialmente com a presença de cerca de 20 empresas. À venda, estão mais de uma de centena de produtos da região.

Aos jornalistas, o secretário executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho, enaltece que no mercado pode se comprar “queijo da Serra da Estrela, vinho do Dão, enchidos, fumeiro, chá, mel e licores”. “Muitos produtos podem ser comprados a partir desta plataforma online”, refere.

A iniciativa Prove Viseu Dão Lafões transformou-se num mercado online, depois de ter sido evento de promoção dos produtos locais desde 2012. A pandemia da Covid-19 levou a comunidade intermunicipal a apostar numa plataforma eletrónica de venda de produtos regionais.

O presidente da entidade, Rogério Abrantes, diz que a transformação para os meios digitais teve como pretexto ajudar os agricultores da região. “É uma demonstração do que a CIM e os seus autarcas estão de coração aberto com os seus agricultores, para que não se pare com a produção e as vendas dos produtos”, refere acreditando que o mercado online será um sucesso.

Já a ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, enaltece que as plataformas de venda online podem ser o futuro do setor agrícola. “Cabe a todos nós fazer com que o comércio digital possa cada vez mais servir o nosso país e as regiões mais rurais e, com isso, sermos capazes de alimentar a economia local, regional e familiar e valorizar o que é nosso”, resume.

Gaspar d’Orey, presidente executivo da Dott, realça que este tipo de mercado ajuda os agricultores e produtores que perderam canais de venda por causa da crise pandémica.

“Conseguimos ajudar produtores e pequenas empresas a continuar a vender. Este não é um mercado virtual, mas real, e estamos a dar a oportunidade de alargar os espectros de atuação. Deixem de vender só na região e passam a vender para o país inteiro”, sublinha.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts