21 jan
Viseu

Região

Covid-19: Mangualde cancela Feira Quinzenal

por Redação

13 de janeiro de 2021, 12:09

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

O novo confinamento devido à Covid-19, que entra em vigor esta quinta-feira (14 de janeiro), já levou ao encerramento de vários serviços e valências no concelho de Mangualde.

A Câmara decidiu encerrar os espaços municipais estão de portas fechadas, incluindo a Biblioteca Municipal, o Estádio Municipal e o Pavilhão Gimnodesportivo.

O presidente da autarquia, Elísio Oliveira, fala de uma medida necessária para evitar novos contágios por Covid-19 em Mangualde, que têm vindo a agravar nas últimas semanas.

“Nós, à semelhança do que fizemos na primeira fase, temos de cancelar eventos e fechar serviços e estruturas, para se interromperem as cadeias de transmissão. Só assim é que há resultados significados e visíveis. Ontem (terça-feira, 12 de janeiro), fizemos um pré-anúncio para as pessoas não ficarem surpreendidas”, diz o autarca.

A Feira Quinzenal, que teria lugar quinta-feira, também foi cancelada, sendo que “avisámos os feirantes na segunda-feira (dia 11) de que íamos tomar essa medida”.

“O mesmo aconteceu com a Biblioteca, os pavilhões e as estruturas desportivas, que também são no sentido de fechar, podendo ainda pequenas adaptações em função das medidas do Governo, que determinará se todo o setor de ensino fica total ou parcialmente fechado”, afirma Elísio Oliveira.

O autarca justifica o novo confinamento, a nível nacional, com a falta de cumprimento das regras por parte da população.

“O comportamento das pessoas não foi de tal forma rigoroso. Os maus resultados que estamos a ter são a exasperação estatística de maus comportamentos. Por isso, é preciso atuar, por vezes além da força, para promover melhores resultados”, admite.

Segundo as últimas informações da Câmara, o concelho de Mangualde tem registo de, pelo menos, 312 casos ativos de Covid-19.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts