29 set
Viseu

Região

Oliveira de Frades: receio com redução de horário do Centro de Saúde

por Redação

29 de junho de 2020, 15:50

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

O Partido Ecologista Os Verdes (PEV) está preocupado com a resposta de saúde em caso de situações agudas no concelho de Oliveira de Frades.

A Unidade de Saúde Familiar local viu o horário reduzido ao sábado e também durante a semana, passando a fechar às 22h00, por causa da pandemia da Covid-19.

Ao Jornal do Centro, o responsável regional do PEV, Miguel Martins, exige que o serviço esteja aberto todos os dias até à meia-noite.

“Foi retomado a 6 de junho o horário ao sábado, mas quer o horário suplementar quer o complementar foram suspensos. Fizeram-nos chegar a preocupação de muitos utentes que, além de não terem acesso a este serviço, têm receio de que isto seja um passo para a suspensão definitiva. Estamos a falar de um concelho que, além das 10 mil pessoas que vivem neste município, acolhe vários trabalhadores na Zona Industrial. Como tal, é essencial que o serviço de saúde esteja aberto pelo menos até às 24 horas”, lembra.

Por isso, o PEV já entregou na Assembleia da República um conjunto de perguntas em que questiona o Governo sobre o atual estado da unidade de saúde em Oliveira de Frades.

Miguel Martins diz que os Verdes querem perceber “se a atividade assistencial da Unidade de Saúde Familiar Lafões já foi retomada na totalidade, e saber, tendo em conta a suspensão do horário alargado e do atendimento complementar, que tipo de resposta tem sido dada aos utentes”.

"Queremos também garantias do Ministério da Saúde sobre a continuidade deste serviço”, refere.

No entanto, a deputada do PEV, Mariana Silva, já revelou que, numa reunião que teve com o presidente da Câmara local, o autarca disse que tinha informação de que "para já, a unidade se manterá fechada e que não há data prevista para a reabertura do serviço" no horário noturno.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts