04 dez
Viseu

Região

Covid-19: surto na Cáritas de Queiriga, em Vila Nova de Paiva. Um morto e seis utentes internados

por Redação

22 de novembro de 2020, 16:23

Foto D.R.

Autoridades de saúde procuram solução para os utentes que testaram negativo. Pode passar pelo acolhimento dos utentes noutra instituição social ou em casa de familiares

CLIPS ÁUDIO

A Cáritas Paroquial de Queiriga, no concelho de Vila Nova de Paiva, tem um surto de Covid-19.

Segundo informações da Proteção Civil municipal, há 20 utentes infetados pela Covid-19. Destes, seis encontram-se internados no Hospital de Viseu. A instituição também já registou um óbito associado à pandemia. Um idoso com 96 anos que veio a falecer no Hospital de Viseu.

“Estamos a tentar arranjar uma solução para os três utentes que testaram negativo, mas não tem sido fácil, e tratar melhor esses positivos, para que o surto vá embora e as pessoas possam ter rapidamente saúde”, salienta o presidente da Câmara.

“Temos reunido com a Segurança Social, com a Autoridade Nacional de Proteção Civil e com a Saúde. Estamos a acompanhar o caso com muita preocupação. É o único surto em Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS’s) no concelho, quanto à comunidade, a transmissão mantém-se ‘calma’. Este entrou, em força, e quando assim é em instituições deste cariz, com pessoal de elevada taxa etária, com problemas de saúde associados, leva-nos a um esforço ainda maior”, adianta José Morgado. 

A solução pode passar pelo acolhimento dos utentes noutra instituição social ou em casa de familiares. 

Além dos utentes, também quatro funcionários estão infetados.

Vila Nova de Paiva que passou a integrar a lista de municípios de Risco muito elevado da Covid-19. Situação que se deve ao facto do surto na instituição, acredita o autarca.

“Obviamente que nos preocupa e que tem consequências. Tem implicações, desde logo, no horário de funcionamento do comércio, no recolher obrigatório. Tenho feito um apelo constante às pessoas para o cumprimento das três regras de ouro”, o distanciamento social, o uso de máscara e a higienizarão das mãos, conclui o presidente da Câmara de Vila Nova de Paiva.

O concelho tem, neste momento, e segundo as últimas informações da autarquia disponibilizadas na última terça-feira, 21 casos ativos e 280 pessoas em vigilância.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts