28 fev
Viseu

Região

Em Viseu combate-se o desperdício alimentar e poupa-se dinheiro. Saiba como

por Redação

16 de janeiro de 2021, 08:30

Foto Igor Ferreira

"Salva Comida, Ajuda o Planeta", é com este slogan que se apresenta a Too Good To Go, disponível em Viseu desde outubro de 2020, com cerca de 34 estabelecimentos aderentes

CLIPS ÁUDIO

"Salva Comida, Ajuda o Planeta", é com este slogan que se apresenta a Too Good To Go, disponível em Viseu desde outubro de 2020.

Com cerca de 34 estabelecimentos aderentes, desde restaurantes a padarias e pastelarias, grupos de retalho ou de distribuição, como a Auchan ou Meu Super.

A Too Good To Go é uma plataforma de combate ao desperdício alimentar. A ideia é salvar refeições a um preço mais simpático para o consumidor final, através de excedentes alimentares de restaurantes, pastelarias ou outros estabelecimentos. Tudo isto através de uma app. A escolha, a reserva, o pagamento. Só o levantamento da Magic Box é que tem que ser feito em loja. E tudo o que lá vem dentro é mesmo uma surpresa. Quando reserva a sua caixa num dos estabelecimentos aderentes não sabe o que lá vai encontrar. E como se trata de restos alimentares, não é possível escolher o que leva para casa até porque depende sempre do dia-a-dia de cada estabelecimento. 

.

O restaurante Colmeia, em Viseu, parceiro da Too Good To Go, pode ser escolha para o almoço ou jantar. O levantamento das Magic Boxes está disponível a partir das 14h50. Para casa pode levar a sopa e o prato do dia por apenas 2,99€. Nota para o facto de a refeição no restaurante ter um preço de nove euros. 

A maior adesão é ao almoço, quando o restaurante entrega, em média, quatro a cinco Magic Boxes.

O funcionário, João David Gonçalves, não tem dúvidas de que a plataforma, no caso do restaurante Colmeia, cumpre "completamente" o seu objetivo: combater o desperdício alimentar.

"Completamente. Tendo em conta a relação qualidade/preço foi uma grande ideia. Por três euros, no nosso caso, leva sopa e o prato do dia confecionado na hora. Comida com muita qualidade. Os clientes acham o preço bastante aceitável", defende o funcionário. 

No caso de não sobrar comida, "fazemos o cancelamento das Magic Boxes na aplicação", explica.

.

A Turquesa foi a primeira pastelaria em Viseu a aderir à Too Good To Go. O proprietário mostra-se satisfeito e revela o que pode encontrar caso reserve uma das Magic Boxes do seu espaço.

"Desde pão, salgados, bolos e até mesmo o prato do dia", todos os dias, de segunda a sexta-feira, entre as 19h e as 20h, por um preço de 2,99€.

Quanto ao cumprimento do objectivo, Tiago Magalhães mostra-se "muito satisfeito". "Sem dúvida. A Too Good To Go reduziu a zero o nosso desperdício alimentar".

.

O Meu Super de Marzovelos também faz parte desta ideia.

Com um horário de recolha entre as 12h00 e as 15h00, todos os dias estão disponíveis Magic Boxes, por dois preços - 2,99€ e 3,99€ -, à exceção de domingo, dia de encerramento do estabelecimento, e na caixinha está "uma grande variedade" de produtos. 

"Desde frutas, legumes, iogurtes, manteigas. Tudo o que está dentro da validade, produtos em condições para serem consumidos, mas que os prazos de validade vão acabar rapidamente", explica Carla Santos.

"Havia imensa coisa que ia para o lixo porque não era possível consumir, ou fora da validade, ou no dia seguinte, e ajudou a eliminar o desperdício alimentar. Para nós é bom e para o cliente também. O feedback tem sido muito positivo", remata a funcionária. 

A caixa inclui artigos entre os nove e os 12 euros.

.

Especialistas em pastelaria, padaria e gelataria, a Tre Santi e San Remo são pontos de visita na cidade tanto ao pequeno-almoço, como ao lanche.

As Magic Boxes são vendidas ao final do dia, entre as 22h e as 22h30, por isso, a opção pode ser recolhê-la no dia anterior para o pequeno-almoço seguinte. 

"Temos três boxes diárias em cada um dos espaços e, normalmente, vendemos sempre tudo", começa por dizer o proprietário.

Carlos Santos já doava as sobras para uma instituição, a Cáritas de Viseu, mas desta forma "liberta-nos um pouco do produto". "Quando chego de manhã vejo as montras vazias, o que é mais fácil", refere.

Para o negócio, o empresário tem dúvidas que "não seja benéfico". "Há pessoas que esperam pelo final do dia para comprar. Em vez de comprarem antes, aguardam e acabam por pagar só 30 por cento do valor", lamenta.

.

Também há opção de Magic Boxes mais doces… mas mais calóricas. A Chocolateria Delícia faz a delícia dos seus clientes pela Too Good To Go.

"Não tínhamos grande desperdício alimentar. Até achava que isto era mais aplicável a padarias e frutarias, onde os produtos são perecíveis. Mas todos os chocolates que ficam menos perfeitos, e que eram consumidos na casa (risos), acabam por fazer, agora, as delícias das Magic Boxes", explica a proprietária.

As Magic Boxes são compostas por chocolates que "não tinham aquele acabamento imaculado para irem para as vitrines, mas de qualquer forma estão em perfeitas condições, e pelo que os nossos clientes dizem, eles esgrimem as nossas Magic Boxes, por isso estarão certamente satisfeitos", acrescenta Manuela Soares.

A chocolateria Delícia tem disponíveis duas boxes diárias, com valores diferentes, 4,99€ e 2,49€. "Os clientes acabam por pagar um preço muito simbólico", refere Manuela Soares.

"É uma surpresa para os clientes e acontece, muitas vezes, que acabam por conhecer produtos que ainda não conheciam. É bom para eles e para nós", conclui. 

.

A experiência dos viseenses

André Oliveira já adquiriu cerca de 15 Magic Boxes em Viseu, "todas elas com grande qualidade e simpatia dos estabelecimentos".

"Tinha muito a ideia de que ia acabar por ficar com o refugo dos estabelecimentos, mas acabei por aderir e a experiência está a ser muito boa. A qualidade do produto entregue é como se tivesse comprado na própria loja. Isso deu-me logo uma garantia muito grande para os próximos estabelecimentos que acabei por utilizar", explica.

André Oliveira diz, ainda, que foi através da app Too Good To Go que conheceu novos espaços. "Desde pastelarias, restaurantes, frutarias, mercearias. Viseu tem uma oferta muito abrangente".

A única situação "menos simpática" foi, já em altura de confinamento, "que provavelmente, o estabelecimento não tinha comunicado que estaria fechado naquele dia e eu cheguei lá e estava fechado". "Foi uma questão de reportar à aplicação e no dia seguinte eles fizeram a devolução", conta.

Manuela Antunes nem sempre consegue "apanhar" os cabazes que quer, mas a experiência "tem sido ótima".

"Há sempre uma questão que tem a ver com a minha opção alimentar: sou vegan. Então, às vezes, tenho que dividir o cabaz, porque vem muita coisa com produtos animais, mas compreendo porque não escolhemos o que vem lá. Mas acho que, por exemplo, o Auchan, que tem muita variedade de produtos sem derivado de animais podiam ter essa opção", aponta.

Sobre a relação qualidade/preço, Manuela Antunes diz que "já adquiriu um cabaz com nove produtos, em que apenas dois" faziam o valor do que pagou. "É uma muito boa opção para combater o desperdício e havia de haver muito mais gente a aderir, principalmente lojas", remata.

 

Mais de 300 mil refeições salvas em Portugal

A funcionar há apenas um ano em Portugal, a Too Good To Go já permitiu que fossem salvas mais de 300 mil refeições.

Em Portugal, 530.114 pessoas já salvam comida dos 1.761 parceiros entre cafés, restaurantes, supermercados, padarias e hotéis.

A nível global, a Too Good To Go está já presente em 15 países e conta com mais de 30 milhões de utilizadores e 66 mil parceiros.

.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts