17 jan
Viseu

Região

Viseu: Câmara avança com remodelação das redes de água e saneamento em Jugueiros

por Redação

14 de janeiro de 2021, 10:06

Foto Igor Ferreira

CLIPS ÁUDIO

A Câmara de Viseu entregou aos empreiteiros, na última quarta-feira (13 de janeiro), duas obras de água e saneamento, num investimento superior a 350 mil euros.

Em causa, estão os projetos de remodelação das redes na Rua Nova de Jugueiros, abrangendo uma área de 6.400 metros quadrados, e de ligação do coletor de esgotos de Moimenta e Outeiro à estação elevatória de Povidal, na freguesia de São Pedro de France.

O presidente da autarquia, Almeida Henriques, refere que a autarquia vai investir cerca de 190 mil euros na alteração das redes de águas, esgotos e águas pluviais na Rua Nova de Jugueiros. “Estamos a falar de um sítio onde, quando se chovia muito, havia problemas que deixarão de existir”, afirma.

A obra em Jugueiros irá também permitir substituir as antigas tubagens de abastecimento situadas na artéria, bem como a colocação de um novo pavimento.

Já em São Pedro de France, a Câmara de Viseu irá investir 170 mil euros na obra que ligará o coletor de esgotos de Moimenta e Outeiro à estação elevatória e rede de água de Povidal.

Almeida Henriques aproveitou a consignação para atacar a oposição PS no município que colocou em causa a qualidade da água no concelho. O autarca disse que lançar dúvidas sobre a matéria “é uma falácia”.

“É lançar um boato que, felizmente, só não tem impacto nas populações porque elas confiam nos SMAS e na qualidade do serviço e porque sabem que a água é boa”, afirmou acrescentando que a água que é fornecida às torneiras é verificada todos os dias.

“Não é pelo facto de haver um problema na ETA e outro num reservatório, que foram resolvidos de imediato, que a qualidade da água perde. É por isso que se fazem as medições. A água que recebemos na nossa casa é todos os dias avaliada e, portanto, as pessoas podem ter a certeza de que a água em Viseu é de primeira água e que podem consumir com segurança a água que aparece nas torneiras”, rematou Almeida Henriques.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts