01 nov
Viseu

Sociedade

Mangualde: mau estado da EN16 leva utilizadores a criarem movimento

por Redação

24 de setembro de 2020, 11:57

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

O alegado mau estado da Estrada Nacional 16, entre Mangualde e Chãs de Tavares, já levou à criação de um movimento dos utilizadores da via.

As queixas já foram levadas à Câmara Municipal, mas sem resposta cerca de um ano depois. Vários condutores têm tido problemas na estrada.

Paulo Tiago é um dos promotores deste novo movimento. Ao Jornal do Centro, o porta-voz fala de uma estrada bastante degradada que tem provocado alguns acidentes de viação.

“A Nacional 16 está com um piso bastante gasto. Os acidentes são constantes e há zonas onde 40 quilómetros/hora é uma velocidade a mais para se fazer algumas curvas. Temos outros problemas, como a falta de delimitação das faixas de rodagem e a altura das lombas da redução da velocidade, nomeadamente em Matados, que podem causar acidentes”, explica.

Paulo Tiago confessa, ainda, que já teve alguns acidentes na via. As primeiras queixas foram feitas há um ano. Na altura, o condutor começou a alertar a autarquia de Mangualde, responsável pelo troço, sobre os problemas e os perigos da estrada.

“Alertei a Câmara expondo toda a situação. Depois do primeiro e-mail, enviei mais alguns e nunca houve qualquer resposta”, lamenta.

Também o Jornal do Centro ainda não obteve resposta da Câmara Municipal mas, segundo informações, o município mostrou disponibilidade para receber os promotores do movimento nos próximos dias, quase um ano depois do surgimento das queixas.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts