09 mar
Viseu

S.P. Sul

São Pedro do Sul vai apoiar famílias carenciadas no arrendamento

por Redação

22 de fevereiro de 2021, 17:31

Foto Arquivo Jornal do Centro

CLIPS ÁUDIO

A Câmara de São Pedro do Sul vai dar apoios excecionais ao arrendamento de casas no concelho, como forma de mitigar os efeitos da atual pandemia na economia das famílias.

A medida foi aprovada na última Assembleia Municipal, no âmbito do pacote de medidas de apoio à população promovido pela autarquia, que vai agora apoiar as famílias do concelho que tenham dificuldades em pagar as rendas das habitações.

Assim, a Câmara vai atribuir um subsídio ao arrendamento, no máximo de 60 por cento do valor da renda, sendo o valor limite de 200 euros, por um período máximo de seis meses a partir de 1 de março.

O apoio vai ser atribuído a famílias carenciadas e com dificuldades que residem no concelho de São Pedro do Sul há pelo menos dois anos e que não são proprietários, usufrutuários ou arrendatários de outra habitação.

Além disso, segundo a Câmara, a habitação a arrendar não deve ser propriedade de “nenhum parente ou afins na linha reta ou até ao terceiro grau da linha colateral, relativamente a qualquer membro do agregado familiar”. As famílias não devem ainda beneficiar de outros apoios ao arrendamento.

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts