03 dez
Viseu

Ana Luísa Pinto – Médica do Internato de Medicina Geral e Familiar da USF Viriato em colaboração com a UCC Viseense

OPINIÃO

14 Novembro, Dia Mundial da Diabetes

20 de novembro de 2020, 17:04

CLIPS ÁUDIO

De acordo com o Observatório Nacional de Diabetes, estima-se que 13,3% dos portugueses com idades compreendidas entre os 20 e os 79 anos são diabéticos, o que corresponde a mais de 1 milhão de pessoas. Devido a esta elevada prevalência entre a nossa população continua a ser importante desmistificar esta doença e alertar para a sua prevenção!

A diabetes é uma doença crónica que ocorre quando o pâncreas, o órgão responsável pela produção da hormona insulina, deixa de ser capaz de o fazer ou quando o organismo não consegue usar a insulina produzida pelo mesmo. A insulina permite que a glicose, um açúcar que provém da degradação dos hidratos de carbono que ingerimos, passe do sangue para o interior das células, que a usam como fonte de energia. Na diabetes há um excesso de glicose no sangue (hiperglicemia).

 Existem vários tipos de diabetes, os mais comuns são a Tipo 1, Tipo 2 e a Gestacional. A Diabetes Tipo 1 pode ocorrer em qualquer idade, sendo mais frequente em crianças e adolescentes e nesta as células do pâncreas deixam de produzir insulina. A Diabetes Tipo 2 é a mais comum em adultos e é responsável por cerca de 90% de todos os casos de diabetes. Neste tipo de diabetes o organismo não usa devidamente a insulina produzida pelo pâncreas, sendo fulcral para o tratamento as mudanças de estilo de vida! A Diabetes Gestacional consiste em hiperglicemia durante a gravidez e está associada a complicações para a mãe e filho. 

Quem sofre de diabetes está em maior risco de desenvolver vários problemas. Os níveis consistentemente elevados de glicose no sangue podem levar a problemas que afetam o coração e vasos sanguíneos, olhos, rins, nervos e dentes e também maior propensão para desenvolver infeções mais graves. A Diabetes é, na maioria dos países desenvolvidos, a maior causa de doença cardiovascular, cegueira, doença renal e amputações dos membros inferiores. 

Até ao momento, a Diabetes Tipo 1 não pode ser prevenida. Já a Diabetes Tipo 2, há vários fatores que influenciam o seu desenvolvimento2, sendo os comportamentos de estilo de vida os que mais influenciam o seu aparecimento! Uma vida sedentária aliada a uma alimentação não saudável são o primeiro passo para o desenvolvimento desta doença. O início da prática de atividade física e uma alimentação saudável pode prevenir ou atrasar o aparecimento da Diabetes Tipo 2.

Pequenos passos podem fazer a diferença! É importante evitar alimentos processados ricos em açúcares e gorduras, trocar os refrigerantes e sumos pela água, reduzir os alimentos salgados, evitar bebidas alcoólicas... Quanto à atividade física as recomendações são de 30 a 45 minutos pelo menos 3 a 5 dias por semana mas há também pequenas dicas que podem trazer benefícios! Porque não ir a pé em vez de usar o carro ou usar as escadas em vez do elevador? Fazer exercício em casa, é uma boa opção quando o tempo não é convidativo a caminhadas ao ar livre. 

Neste dia mundial da Diabetes lembre-se: prevenir a Diabetes está nas suas mãos!

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts