28 fev
Viseu

Observatório do Bem-estar

OPINIÃO

Juntos somos mais fortes

17 de janeiro de 2021, 08:00

CLIPS ÁUDIO

Alguns estudos têm evidenciado a importância da existência de rede(s) de suporte social nas diferentes etapas da vida. Delas fazem parte o conjunto de relações próximas e significativas que cada um de nós estabelece e a forma como percecionamos o apoio que recebemos, em diferentes contextos (família, escola, pares, comunidade), constituindo-se como um fator de proteção muito importante Para além de darem segurança afetiva, também funcionam como mediadoras em situações de risco, crise ou adversidade. Ao apercebemo-nos que estamos inseridos numa rede de relações em que podemos contar com a ajuda dos outros, estamos mais protegidos e conseguimos, mais facilmente, potenciar estratégias para enfrentar as situações difíceis e, adaptarmo-nos às mudanças, desafios e imprevisibilidades de algumas situações. 

A partir de uma investigação empírica, realizada em 2018 e junto de 1715 alunos do 3º ao 12º anos de escolaridade, a equipa de Psicólogos do Observatório de Bem-estar do Concelho de Viseu concluiu que os alunos pertencentes ao grupo de maior bem-estar, quando precisam de ajuda, recorrem mais frequentemente aos pais, a outros familiares adultos, aos professores ou aos funcionários. Em contrapartida e, em idênticas situações, os alunos pertencentes ao grupo de menor bem-estar recorrem mais aos amigos (virtuais ou presenciais), a um(a) psicólogo/a fora da Escola, ao/à namorado/a, existindo também, muitos alunos que não pedem ajuda a ninguém.

Será também importante assinalar que, no mesmo estudo, os alunos que afirmaram ser vítimas de bullying recorrem mais aos professores, funcionários e psicólogos/as da Escola, demonstrando o poder protetor dos agentes da Comunidade Escolar e a importância de estarem atentos e serem atuantes. 

Uma rede de suporte social (alargada estável e significativa) é uma das premissas essenciais para um desenvolvimento saudável com índices de bem-estar e equilíbrio emocional, mesmo perante situações menos favoráveis, podendo potenciar, ao mesmo tempo, a estruturação da resiliência em cada etapa do ciclo vital de vida.

 

Equipa de Psicólogos do Observatório do Bem-estar do Concelho de Viseu

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts