04 dez
Viseu

Jorge Coelho - empresário e ex-ministro socialista natural de Mangualde

OPINIÃO

“A região têm que garantir água para que Viseu continue a ser a melhor cidade para viver”

01 de agosto de 2020, 07:00

CLIPS ÁUDIO

Depois de um primeiro falhanço em 2018 com oito municípios, foi constituído agora com cinco (Mangualde, Nelas, Penalva do Castelo, Sátão e Viseu) a empresa Águas da Região de Viseu que pretender "garantir" o abastecimento à região. Vale mais tarde que nunca?

É um acordo muito importante para a região mas é preciso lembrar que ainda tem que ser aprovado pelo Tribunal de Contas(TC) e pela ERSAR - Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos. Faz parte das regras da constituição de empresas nestas áreas elas serem sustentáveis no seu funcionamento. O protocolo assinado entre os municípios prevê, e muito bem, tarifários diferenciados nos diferentes concelhos falta saber é se os organismos que tutelam o sector aprovam isso. Isto ainda não chegou ao fim, estar no início, e por isso

é necessário continuarmos alerta e unidos para que o processo chegue a bom porto.

 

A ERSAR tem defendido que neste tipo de empresas intermunicipais deve existir uma uniformidade de tarifas nos territórios...

Mas não é esse o entendimento dos municípios como está no memorando assinado pelos presidentes…

 

Mas esse entendimento da ERSAR faz sentido?

Há regras que são iguais para todo o país. Para este caso tem que se encontrar uma solução. Eu estou de acordo com a solução que está no memorando da empresa Águas da Região de Viseu no sentido de poder haver diferentes tarifários em cada concelho. Os rendimentos e níveis de vida em cada um dos cinco concelhos são diferentes. A proposta parece-me ponderada. Vamos ver como é possível encontrar uma solução final com a ERSAR e com o TC. Não podemos partir do princípio que este organismo não existem, Existem e muitas vezes criam alguns problemas complicados às populações. Por isso o apelo para que continuemos alerta e se necessário haver uma mobilização à volta dos autarcas para se encontrar uma solução que servia as populações. É preciso garantir que a região e Viseu têm condições, incluindo abastecimento de água, para continuar a ser apontada a melhor cidade portuguesa para viver. E para isso a água é fundamental.

Em Mangualde, concelho de onde é natural, depois de há algumas semanas se saber que o presidente da junta da cidade, Marco Almeida ía ser o candidato do PS à Câmara soube-se há dias que o atual presidente da câmara, Elísio Oliveira, vai ser o cabeça de lista à Assembleia Municipal. Uma escolha natural?

Fiquei muito satisfeito. É a imagem clara da continuidade de uma transformação profunda iniciada em 2009 com o antigo presidente João Azevedo. Quando existe uma coisa boa e se criam condições para continuar é positivo.

 

João Azevedo é candidato do PS à Câmara de Viseu, já falámos disso, e na altura também apontou como positivo a indicação de João Paulo Rebelo, secretário de Estado da Juventude e Desporto, como cabeça de lista à Assembleia Municipal. Continua com as mesmas condições depois de ter sido derrotado nas eleições para a Federação Distrital do PS Viseu?

Disse o que disse na altura certa, é a minha opinião, mas agora são os órgãos do PS a tomarem decisões e não me meto nisso. O que disse está dito e é o que eu penso.

 

 

--------------------------------------------------------

Outros temas abordados na Conversa Central

O apoio à recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa à Presidência da República; Os negócios do NOVO Banco são casos de justiça ou da política?

------------------------------------------

Conversa Central (na íntegra)

Na Rádio Jornal do Centro 98.9 FM

6ª Feira - às 10h00 e 22h00 ; Sábado - 8h30 ; Domingo - 12h30

Em permanência em jornaldocentro.pt ( https://jornaldocentro.pt/radio/opiniao-radio/conversa-central-jorge-coelho-regiao-tem-que-garantir-agua-para-que-viseu)

Ouça e trabalhe ao mesmo tempo

Destaques

Podcasts