Geral

01 de 12 de 2023, 14:30

Diário

Viver sozinho ou partilhar casa? Arrendar estúdio em Viseu custa o dobro do preço de um quarto

Viseu está entre as cidades do país onde há maior diferença de preços entre os dois apartamentos, na ordem dos 117 por cento

Ramo imobiliário casas e apartamentos

Fotógrafo: Igor Ferreira

Quando pensamos em morar sozinhos ou acompanhados, o valor mensal a pagar é um dos fatores que mais pesa na decisão. Na cidade de Viseu, alugar um estúdio custa mais do dobro do que um quarto. A capital do distrito está entre as cidades do país onde há maior diferença de preços entre os dois apartamentos, na ordem dos 117 por cento.

Em média, de acordo com o site Idealista, o preço de um estúdio em Viseu chega aos 500 euros por mês, enquanto que a renda do quarto ronda os 230 euros.

Um estúdio é um apartamento T0, composto por uma divisão equipada com uma pequena cozinha (kitchenette) que serve de sala e de quarto de dormir e por uma casa de banho.

Mas se alugar um estúdio pode ficar mais caro, também o preço dos quartos está a aumentar. Em Viseu, aumentou 15% no último ano.

De acordo com o Idealista, o preço médio de arrendamento subiu 28% nos estúdios e 29% nos quartos em todo o país.

Em termos nacionais, as maiores diferenças de preço entre estúdios e quartos acontecem no Funchal (232%), Setúbal (133%) e Porto (125%). A renda média de um quarto em Portugal no mês de outubro situava-se nos 400 euros, face aos 800 euros necessários para alugar um estúdio.

Os quartos e os estúdios “não são uma tipologia comum em muitas capitais de distrito portuguesas e, por isso, não foi possível obter dados estatisticamente fiáveis em todas as capitais do país, impossibilitando a comparação das variáveis”, admite o site imobiliário.

quadro preços estúdio quarto idealista