Geral

26 de 04 de 2021, 12:56

Especiais

Autárquicas: Bernardete Santos "sem condições" para manter candidatura pelo Iniciativa Liberal

Cabeça de lista anunciada para a Assembleia Municipal de Viseu anuncia decisão nas redes sociais

bandeira iniciativa liberal

A anunciada cabeça de lista do partido Iniciativa Liberal (IL) à Assembleia Municipal de Viseu, Bernardete Santos, admite não ter condições para manter a sua disponibilidade como candidata.

A decisão foi tornada pública esta segunda-feira (26 de abril) nas redes sociais, onde Bernardete Santos reagiu também às acusações de que foi alvo.

De acordo com as publicações que se foram circulando nos últimos dias, a mulher residente em Santa Comba Dão terá feito alegadamente comentários alusivos à figura de António de Oliveira Salazar, entre outros.

Em resposta, Bernardete Santos diz que “muitos foram os que – sem nunca me terem conhecido – se sentiram capazes de avaliar a minha personalidade, o meu caráter pessoal, os valores que sempre definiram a minha vida cívica e social e os princípios ideológicos que norteiam a minha curta vida política”.

“Vivemos num mundo em que se permite que 50 anos duma vida cheia de atividade académica, civil, social e familiar sejam reduzidos a publicações numa rede social pessoal, cujo significado foi deturpado de forma a dar a perceção errada do que são as minhas convicções políticas”, escreveu a agora ex-candidata liberal.

Por isso, Bernardete Santos repudia “as acusações" onde a apontavam como "apologista de ditaduras ou defensora do regime de Salazar”. “Acredito no pluralismo democrático pleno e na participação universal dos eleitores na vida total da sociedade e sou e sempre serei contra regimes autocráticos e ditatoriais, independentemente de quando e onde ocorram, sejam eles de direita ou de esquerda”, afirma.

Ainda assim, reconhece que foi ingénua e que pode “não ter sido bem-sucedida na comunicação da mensagem: a de que me preocupa que tantos portugueses vejam numa figura autoritária e repressiva uma das personalidades mais importantes do século XX”. “É um sintoma da descrença na democracia, para a reversão da qual quero ser parte ativa”, defende.

“Desta vez fui eu, um dia poderá ser qualquer outra pessoa. Bem intencionada no conteúdo, mas infeliz na forma e incompreendida muito depois da mensagem. Ninguém está livre de julgamentos anónimos, sem contraditório”, acrescenta.

No mesmo comunicado, Bernardete Santos garante que continua a acreditar numa “sociedade justa, transparente, honesta e liberal”, onde as pessoas são avaliadas pela sua integridade e valores e se dá espaço para o direito à defesa de honra.

A ex-candidata assegura que também continua a acreditar nos seus valores e na sua “conduta íntegra e responsável” como forma de “viver de forma saudável em democracia”. Conclui a nota afirmando que “não estamos perdidos, porque ainda é tempo de descobrir que o caminho é liberal”.

O núcleo concelhio de Viseu do IL anunciou recentemente a suspensão da apresentação das candidaturas à Câmara e à Assembleia Municipal para as autárquicas deste ano numa publicação que foi, entretanto, apagada do Facebook.

Entretanto, a candidatura de Fernando Figueiredo à Câmara de Viseu mantém-se de pé, sabe o Jornal do Centro. O coronel de infantaria na reforma e ex-deputado municipal do CDS foi anunciado há cerca de uma semana como candidato do Iniciativa Liberal.