Geral

06 de 04 de 2021, 18:30

Especiais

Autárquicas: movimento quer mudar Penedono em 23 áreas

Programa será apresentado em detalhe esta sexta-feira

Imagem

O movimento independente Mais Penedono, que vai concorrer às eleições autárquicas no concelho, vai apresentar esta sexta-feira (9 de abril) o seu programa eleitoral, mas já adiantou algumas linhas programáticas.

O movimento, que tem como candidato à Câmara José Ângelo Pinto, refere, em comunicado, que o programa eleitoral “é o resultado do esforço, trabalho e abnegação de mais de 50 pessoas interessadas em melhorar Penedono que contribuíram para o programa na sua forma atual” e acrescenta que só assim é possível aumentar a população, atrair investimento, aumentar emprego qualificado, fixar jovens, aumentar a valorização dos produtos e dos serviços e melhorar a vida dos populares da vila.

O programa eleitoral do Mais Penedono contém 23 áreas de melhoria, nomeadamente as pessoas, as empresas, o apoio social, as acessibilidades e a beneficiação de arruamentos, em que o movimento acredita “ser viável e possível introduzir alterações com grande impacto na vida dos penedonenses”, além da aposta no ambiente, na saúde e em outras áreas.

O movimento quer ainda melhorar os serviços da Câmara e propõe criar “uma máquina administrativa simplificada e eficiente e que promova e defenda as pessoas, promovendo o investimento, desenvolvendo a iniciativa dos cidadãos e procurando melhorar a notoriedade e visibilidade de Penedono”.

O Mais Penedono quer ainda promover “o reforço da melhoria do conhecimento e o reforço dos quadros técnicos da Camara, através da formação, do apoio direto e do aproveitamento dos programas comunitários existentes para esse efeito”.

Os candidatos usam a quebra do número de eleitores em Penedono como forma de alertar para o problema da desertificação no concelho, “mesmo com números positivamente influenciados pela inscrição administrativa recente de muitos emigrantes”, apontando para apenas cerca de 3.000 eleitores este ano.

“Todos temos obrigação de contraria estes números. E, por isso, se estabeleceu desde já um compromisso firme com estas 23 áreas temáticas, que depois se desenvolvem em centenas de medidas concretas e que vão contrariar este estado de coisas e voltar a trazer pessoas para Penedono”, remata o Mais Penedono.

A Câmara de Penedono é atualmente liderada pelo presidente Carlos Esteves, do PSD, que vai deixar o cargo após atingir a limitação de mandatos. A vice-presidente Cristina Ferreira já se assumiu como cabeça de lista dos sociais-democratas nestas autárquicas.

Mais Notícias